Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Revolução Republicana de 1911

China

Sun Yat-sen, um dos opositores do governo imperial
Sun Yat-sen, um dos opositores do governo imperial
PUBLICIDADE

No início do século XX, a China já não mais conseguia se mostrar alheia às transformações e mudanças ocorridas com a introdução dos interesses capitalistas em seus territórios. Dessa forma, um expressivo movimento de modernização política da China começou a ganhar força entre representantes políticos anti-imperiais e jovens estudantes chineses.

O revolucionário Sun Yat-sen foi um dos mais importantes líderes desse movimento, que teve apoio maciço de antigos participantes da Reforma dos Cem Dias, políticos liberais japoneses, estudantes e militares. Inspirado pelos Três Princípios do Povo – nacionalismo, democracia e sustento do povo – o movimento de Sun Yat-sen buscava uma ampla mobilização popular através de um discurso de teor eminentemente patriótico.

Entre outras bandeiras de luta, esse movimento nacionalista chinês exigia a queda da dinastia Qing e a expulsão imediata de todos os estrangeiros que se apossavam das riquezas nacionais. Sob o aspecto político, os nacionalistas chineses previam a ampliação dos direitos políticos por meio da implantação do sufrágio universal. Em âmbito socioeconômico, os companheiros de Sun Yat-sen defendiam a socialização das terras e das forças produtivas disponíveis.

Em novembro de 1911, um grupo de militares da cidade de Wuchang, capital da província de Hubei, iniciou um conflito contra a dinastia Qing. Conseguindo o apoio político de outras províncias, o movimento nacionalista eclodiu diversas revoltas ao longo do país. Já em novembro daquele ano, quinze das vinte e quatro províncias da China declararam independência do Império Qing.

Com a queda do governo, Sun Yat-sen, que percorria os Estados Unidos em busca de apoio político e financeiro contra o império chinês, voltou para sua terra natal a fim de participar do processo revolucionário. Em janeiro de 1912, Sun anunciou a proclamação de um governo provisório na cidade de Nanjing. Entretanto, a antiga capital do império, Beijing, estava sob o controle de Yuan Shikai, principal comandante-chefe dos Exércitos Imperiais. Temendo a deflagração de uma guerra civil, Sun Yat-sen abdicou do governo e Yuan foi declarado presidente provisório em março de 1912.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Revolução Republicana de 1911"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/china/revolucao-republicana-1911.htm. Acesso em 18 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Clique neste link do Brasil Escola e tenha acesso a informações a respeito da Revolução Chinesa, que aconteceu em 1949. Neste link você terá acesso a um panorama da situação do país no começo do século XX e vai saber como, gradativamente, os comunistas foram ganhando o apoio da população chinesa, o que permitiu a tomada do poder em 1949.
Clique e acesse para saber mais sobre a Revolução Cultural. Entenda o contexto, por que Mao resolveu lançar essa campanha e foram as consequências.