Topo
pesquisar

Lesões por “Piercing”

Odontologia

PUBLICIDADE

Dependendo da região (língua, lábios, etc.) onde são aplicados os “piercing”, há uma reação natural do organismo a esse corpo estranho em forma de simples inflamação ou infecção da região agredida. Há varias conseqüências da colocação dessas peças em determinadas regiões da boca, como por exemplo, nos dentes podem ocorrer microfraturas ou desgaste do esmalte e uma grande sensibilidade da dentina. Nos tecidos moles existe grande possibilidade de lesões mais graves e ocasionar alergia e até mesmo câncer, deve-se estar atento quanto à higienização do estabelecimento onde se encontra à venda esse tipo de material, pois na sua colocação, sem o uso de materiais devidamente esterilizados, pode ocorrer a transmissão de hepatite B, AIDS entre outras doenças.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prevenção

Em especial, a prevenção mais eficaz seria a de não usar esse tipo de adorno, muito menos na boca, mas, se não for possível evitar esse perigo, é preciso ter cuidado e se submeter a uma higienização rigorosa, constante, periódica, eliminando, inclusive, os cálculos que se formam junto às peças colocadas.

Tratamento

O tratamento será feito de acordo com a extensão da lesão ou infecção, utilizando medicamentos adequados para a eliminação dos seus efeitos, como antibióticos, antiinflamatórios, etc.

Uso do piercing
Uso do piercing

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Equipe Brasil. "Lesões por “Piercing”"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/odontologia/lesoes-por-piercing.htm. Acesso em 28 de fevereiro de 2020.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola