Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Era Kennedy

Kennedy discursando nas eleições de 1960: uma nova proposta os problemas dos EUA
Kennedy discursando nas eleições de 1960: uma nova proposta os problemas dos EUA
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Os desafios dos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial colocaram o país mediante uma complexa gama de questões sociais, políticas e econômicas a serem enfrentadas. A construção de uma das maiores potências mundiais passou por obstáculos que se desenvolveram em um mundo marcado por transformações. A Guerra Fria e os direitos civis eram algumas das novas questões que alertavam o “Tio Sam”, no início dos anos de 1960.

Logo após o mandato do general Dwight Eisenhower, os norte-americanos viveram momentos de estagnação econômica e depararam com conflitos políticos internacionais. A ameaça comunista tinha embalado o governo de Eisenhower em gastos exorbitantes na corrida espacial contra a União Soviética. Ao mesmo tempo, as tensões do mundo bipolar ocasionaram grande insegurança à pretensa hegemonia estadunidense no mundo.

Essa preocupação com problemas externos, acabou deixando de lado um vasto conjunto de questões internas a serem resolvidas nos Estados Unidos. A emergência dos problemas nacionais fez com que um jovem e “moderno” político democrata vencesse as eleições de 1960. John Kennedy chegou ao poder interessado em oferecer uma “nova fronteira” para os cidadãos norte-americanos. Suas propostas envolviam a busca por igualdade e justiça social.

Comparado aos mandatos antecessores, Kennedy marcou sua administração pela adoção de leis que ampliavam direitos sociais e promoviam a integração racial. O caráter transformador de suas medidas provocou reações extremadas por parte dos setores mais conservadores do país. Ao combater objetivamente a questão racial dos Estados Unidos, Kennedy remexeu em uma questão polêmica não só da política, bem como da cultura norte-americana.

Na política externa, o tom modernizante de Kennedy não era o mesmo dedicado à sua nação. No Vietnã, as liberdades democráticas foram tolhidas por uma intervenção militar que resultou em uma das mais longas guerras travadas pelos Estados Unidos. Com relação à Cuba, o Incidente da Baía dos Porcos foi resultado de uma tentativa do governo Kennedy em tomar o governo cubano por meio do treinamento de exilados cubanos que deveriam derrubar o presidente Fidel Castro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para contornar os primeiros fracassos de sua política externa, firmou a chamada Aliança para o Progresso, onde enfatizava a ajuda financeira aos países mais pobres da América Latina. Além disso, Kennedy lançou o desafio da ida do homem à Lua, dando continuidade à corrida espacial iniciada durante a Guerra Fria. Em 1962, na Crise dos Mísseis, Kennedy denunciou a existência de ogivas nucleares soviéticas em Cuba. Tal episódio abriu portas para um possível conflito mundial.

As incertezas trazidas pelas tensões militares da ordem bipolar e as ações que lutavam contra o problema racial nos Estados Unidos fizeram com que Kennedy tornasse nome fácil na boca de muitos simpatizantes e opositores. Em 22 de novembro de 1963, durante um desfile na cidade de Dallas, dois tiros tiraram a vida do presidente John Kennedy. Sua morte, até hoje cercada por incertezas, foi atribuída a Lee Oswald.

Mediante a tamanha comoção nacional, a morte do presidente chacoalhou os Estados Unidos, apontando para a inviabilidade de determinadas posições conservadoras. Durante o restante da década de 1960, os direitos civis, a questão racial e a guerra do Vietnã foram assuntos de grande recorrência nos noticiários internacionais e entre os próprios cidadãos estadunidenses.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Era Kennedy"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/era-kennedy.htm. Acesso em 01 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

O governo do jovem presidente democrata estadunidense John F. Kennedy foi marcado por inúmeros fatos de grande amplitude midiática e política, seja nos EUA ou no resto do mundo. Dentre esses fatos, não pode ser citada:

a) a crise da Baía dos Porcos em Cuba.

b) a Guerra do Vietnã.

c) a Guerra da Coreia.

d) a crise dos mísseis em Cuba.

e) a criação da Aliança para o Progresso na América Latina.

Exercício 2

Após a Revolução Cubana de 1959, houve uma preocupação por parte dos EUA de que outros países latino-americanos seguissem os rumos da ilha caribenha e instaurassem governos hostis aos estadunidenses. Nesse contexto, o presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, decidiu formular um programa de ajuda econômica conhecido como:

a) Plano Marshal.

b) Pacto de Varsóvia.

c) Aliança para o Progresso.

d) Consenso de Washington.

e) Organização dos Estados Americanos.

PUBLICIDADE

Estude agora


Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...

10 anos da Guerra Civil Síria

Assista a nossa videoaula para conhecer a história dos 10 anos da Guerra Civil Síria. Confira também no nosso canal...