Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Grupo ETA

O Grupo ETA é formado pelos bascos, povo que luta por uma independência política e territorial.

Atentado atribuído ao grupo ETA
Atentado atribuído ao grupo ETA
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Há quarenta anos o grupo terrorista ETA (Pátria Basca e Liberdade) busca a independência política e territorial. O povo basco luta por um território que se encontra no nordeste da Espanha e sudoeste da França.

Durante quatro décadas de atuação do grupo, aproximadamente 800 pessoas foram assassinadas. As ações violentas do ETA distanciam os anseios separatistas, mesmo com a falta de apoio da opinião pública, os atentados continuam, sempre violentos e direcionados a autoridades, como policiais, jornalistas, empresários, militares entre outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


As ações não possuem causas justificáveis, tendo em vista que a Comunidade Autônoma do País Basco usufrui de privilégios, como de aplicar suas leis tributárias e também recolher os impostos, inserção do estudo do idioma basco no currículo escolar, além de ter representantes governamentais no parlamento e um presidente. Esses direitos agradam a população, que veem como suficientes e que respondem aos anseios bascos. Porém, o grupo ETA ainda não se encontra satisfeito com os direitos conquistados.

Somente 30% da população basca oferece apoio à luta de independência. O ETA é o único grupo terrorista da Europa na atualidade. Apesar do fim das ações do grupo IRA, na Irlanda do Norte, o ETA, ainda que enfraquecido, continua a promover atentados.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Eduardo de Freitas Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo de. "Grupo ETA"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/declinio-grupo-eta.htm. Acesso em 14 de abril de 2024.

De estudante para estudante