Topo
pesquisar

Balanço Ambiental

Economia e Finanças

PUBLICIDADE

Balanço ambiental é um documento demonstrativo que expressa o ativo e passivo ambiental natural num determinado momento. Ele evidencia, de forma sintética, as contas da gestão ambiental natural da célula social.

O balanço e as informações foram pensados para os usuários externos da organização, mas, são ferramentas úteis para a tomada de decisão dos empresários na gestão do meio ambiente natural.

Segundo Lopes de Sá, ¨Balanço ambiental, aquela demonstração das contas que evidencia as relações do patrimônio com o meio ambiente ou da natureza¨. (Ver Considerações gerais sobre a Contabilidade aplicada ao meio ambiente natural, www.lopesdesa.com.br).

ATIVO AMBIENTAL

No Balanço ambiental, os ativos ambientais são as aplicações em meios patrimoniais que são utilizados para a preservação ou recuperação do meio ambiente natural, ou, os bens disponíveis da empresa que servem para a preservação, proteção e recuperação do meio ambiente natural; as máquinas e instalações que possibilita a redução da contaminação ambiental.

As aplicações em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias em longo prazo que preserve o meio ambiente exigem bons capitais e esforço, mas, seus resultados são evidentes em curto prazo.

PASSIVO AMBIENTAL

No referido balanço são passivos ambientais as obrigações com terceiros a curto e em longo prazo para aplicações na natureza para amenizar os danos causados pelo processo produtivo da empresa no entorno ecológico. A contaminação do solo e das águas subterrâneas é um dos mais graves passivos ambientais. A contaminação do solo pode trazer risco para a saúde pública de várias formas por contato com a pele, por inalação, por emissão de gases tóxicos, também, pode contaminar as águas subterrâneas ou contaminando cursos de água de superfície.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Há, também, passivo ambiental quando há penalidade imposta por legislação ambiental, por contaminação do meio ambiente e, ou, à propriedade de terceiros.

Deve-se tomar medidas efetivas na proteção do meio ambiente natural por uma gestão séria e responsável e que leva ao desenvolvimento sustentável, isso é, a prosperidade patrimonial da célula social sem agressão a natureza.

A maioria das empresas ainda não entendeu o papel do Balanço Ambiental. Ele deve ser um instrumento de comunicação com a sociedade, necessita ser mais bem compreendido e utilizado pelas empresas na gestão ambiental. É, ainda, percebido como um documento para órgão ambiental ao invés de um documento demonstrativo à comunidade.

O balanço ambiental deve apresentar, isto é o desejável, o que efetivamente foi feito para controlar o impacto ambiental pelos resíduos do sistema produtivo, senão poderão ter, até, um aumento de custos ambientais (como tratamento de resíduos e riscos ambientais).

Há uma crescente conscientização mundial da necessidade de encontrar soluções para diminuiu o impacto ambiental deixado pelos resíduos dos produtos manufaturados. As empresas procuram adaptar-se a esta nova realidade com os anseios de preservação, se quiserem ser competitivas num mercado cada vez mais exigente pelos consumidores por um planeta limpo.

O Balanço ambiental torna-se, assim, uma peça importante para os empresários na gestão do meio ambiente natural, um aliado do Órgão Ambiental, das ONGs ambientalistas e do Greenpeace.

Por Werno Herckert
Colunista Brasil Escola

Economia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Tiago. "Balanço Ambiental"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/economia/balanco-ambiental.htm>. Acesso em 18 de julho de 2018.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA