Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Roger Wolcott Sperry

Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Físiologista estadunidense nascido em Hartford, Connecticut, estudioso das funções dos hemisférios do cérebro e que como professor na Universidade de Chicago (1946-1953) e no California Institute of Technology (1954-1994), foi um dos ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia (1981), metade do prêmio, por suas pesquisas sobre a separação e identificação das funções dos hemisférios esquerdo e direito do cérebro. Era filho do bancário Francis Bushnell e da professora Florence Kraemer Sperry e ficou órfão do pai aos 11 anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Foi educado nas escolas de Elmwood, Connecticut, e na William Hall High School, West Hartford, Connecticut. Entrou no Oberlin College e obteve o A.B. (1935) e o M.A. em Psicologia (1937) com o Professor R. H. Stetson. Obteve o Ph.D. orientado pelo Professor Paul A. Weiss na University of Chicago (1941) e fez um ano de pós-doutorado na National Research Council Fellow, na Harvard University sob o Professor Karl S. Lashley.

Casou (1949) com Norma Gay Deupree, e e teve um filho, Glenn Michael (1953-) e uma filha, Janeth Hope (1963-) e morreu em Pasadena. O cientista e sua equipe do Instituto de Tecnologia da Califórnia puderam examinar as pessoas cujos cérebros tinham sido divididos. Os ganhadores da outra metade do prêmio foram os professores da Harvard Medical School, Boston, MA, o canadense David Hubel e o sueco Torsten Wiesel, pelas descobertas conjuntas relativas ao processamento de informações no sistema visual.

Foto copiada do site da FUNDAÇÃO NOBEL

Escritor do artigo
Escrito por: Eliene Percília Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PERCíLIA, Eliene. "Roger Wolcott Sperry"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/roger-wolcott-sperry.htm. Acesso em 16 de abril de 2024.

De estudante para estudante