Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Dazai Osamu

Biografia

PUBLICIDADE

Escritor nipônico nascido em Kanagi, no nordeste de Honshu, Japão, cuja obra foi caracterizada por um inato pessimismo principalmente no que escreveu no pós-guerra. Décimo filho dos onze de um abastado fazendeiro e político, iniciou estudos universitários de literatura, que não chegou a concluir, afetado pelo alcoolismo e seu eterno pessimismo. Ele estudou literatura francesa na Universidade de Tóquio, onde entrou em contato com o Marxismo e começou a escrever.

Chamou a atenção inicialmente com a publicação de histórias curtas em revistas (1933). Impressionantemente em parte desta década ele fez três tentativas de suicídio (1930-1937) e esse assunto também foi levado por ele para muitas das suas histórias curtas, entre eles Doke no hana (1936) e Tokyo hyakkei (1941). Casou-se (1939) com Ishihara Michiko e começou um novo período na sua vida. Vários das suas histórias foram publicadas durante Segunda Guerra Mundial e ram reescritas de histórias de Ihara Saikaku (1642-1693).

Depois da guerra ficou amigo do escritor Masuji Ibuse (1898-1993), mas sua personalidade complicada o levou a suicidar-se em Tóquio, antes de terminar seu último romance. O tom dos seus trabalhos pós-guerras era escuro, mas a sua vida preocupada, seus pensamentos suicidas e espírito de rebeldia tocaram a geração da mocidade perdida. Mais conhecido pelo pseudônimo, a obra que o revelou definitivamente foi a coletânea de contos Bannen (1936). Entre outras publicações destacaram-se Tsugaru (1944), Otogizoshi (1945), Shaio (1947) e Ningen shikkaku (1948), espécie de diário íntimo do autor.

Fonte: Biografias - Unidade Acadêmica de Engenharia Civil / UFCG

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ordem D - Biografia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Equipe Brasil. "Dazai Osamu"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biografia/dazai-osamu.htm. Acesso em 06 de dezembro de 2021.