Estequiometria de reações

Estequiometria de reações é o cálculo da quantidade das substâncias envolvidas nestas, feito com base nas leis das reações e executado, em geral, com o auxílio das equações químicas correspondentes. É possível relacionar quantidades de matérias (mols), massa, número de moléculas e volume molar.

Estequiometria é o cálculo da quantidade das substâncias envolvidas numa reação química.Este é feito com base nas leis das reações e é executado, em geral, com o auxílio das equações químicas correspondentes. Esta palavra, estequiometria, é derivada do grego: stoikheion = elemento, e metron = medida ou medição.

Nas reações químicas, as substâncias reagem entre si originando produtos em proporções específicas. Desse modo, é possível calcular quanto de produto será formado, ou o rendimento da reação. Se quisermos determinado rendimento, podemos também calcular quanto deverá ser utilizado de reagente.

Por meio dos cálculos estequiométricos é possível fazer essas e outras relações específicas. Mas, antes de tudo, precisamos conhecer as proporções existentes entre os elementos que formam as diferentes substâncias. E essas proporções são dadas pelas fórmulas moleculares, percentuais e mínimas ou empíricas.

Além disso, a base dos coeficientes de qualquer reação são as leis ponderais:

 Além disso, a lei volumétrica de Gay-Lussac também nos fornece uma importante informação: se a pressão e a temperatura não mudarem, os volumes dos gases participantes de uma reação têm entre si uma relação de números inteiros e pequenos.

Usa-se nos cálculos estequiométricos a relação mostrada abaixo:

1 mol ↔ 6. 1023 moléculas ou fórmulas unitárias ↔ massa molar em g/mol ↔ 22,4 L (nas CNTP*)

*Condições Normais de Temperatura e Pressão.

Vejamos um exemplo de cálculo estequiométrico em que se relacionará apenas quantidade de matéria (mols).

Exemplo:Qual a quantidade de matéria de álcool etílico, C2H6O(l), que deve reagir para fornecer 12 mols de gás carbônico? Considere esta uma reação de combustão completa.

Equação Balanceada:

C2H6O(l)  +   3 O2(g) →   2CO2(g)  + 3 H2O(v)

Observe que 1 mol de álcool produz 2 mols de gás carbônico, assim pode-se fazer uma regra de três simples para resolver o problema:

1 mol -------------------  2 mols
x-------------------------12 mols

X=6 mols

Resposta:6 mols de álcool etílico são necessários para gerar 12 mols de gás carbônico.

Lembre-se que é possível relacionar também massa, número de moléculas e volume molar. Porém, em todos esses casos é necessário seguir as seguintes regras fundamentais:

Regras fundamentais de qualquer cálculo estequiométrico.
Regras fundamentais de qualquer cálculo estequiométrico.

Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/quimica/estequiometria-reacoes.htm