Fauna e Flora do Cerrado

A fauna e a flora do Cerrado são extremamente ricas. Apesar disso, assim como animais e plantas de outras áreas, estão amplamente ameaçadas pela ação do ser humano.

A fauna e a flora do Cerrado são extremamente ricas: cerca de 5% de toda a biodiversidade do planeta é encontrada nesse bioma. Em virtude de tamanha diversidade, o Cerrado é considerado a savana mais rica do mundo.

É importante destacar que o Cerrado é formado por um mosaico de vegetações, apresentando desde formações florestais até formações campestres. Além disso, é influenciado por uma série de fatores ambientais, como regime de fogo, tipo de solo e de clima. Todos esses fatores contribuem para a diversidade de espécies do Cerrado.

Leia também: Cerrado: a caixa d'água do Brasil

Fauna

Quando falamos em fauna do Cerrado, fazemos referência às espécies animais que vivem nessa área. No Cerrado, é possível encontrar espécies endêmicas, ou seja, exclusivas dessa região, bem como espécies que vivem em outros biomas. Veja a seguir algumas espécies de animais que podem ser encontradas no Cerrado:

O cachorro-do-mato-vinagre é uma espécie carnívora que pode ser encontrada em grupos.
O cachorro-do-mato-vinagre é uma espécie carnívora que pode ser encontrada em grupos.

A ema é uma ave que não voa.
A ema é uma ave que não voa.

Leia também: Aves do Cerrado

O lobo-guará é um animal pouco agressivo.
O lobo-guará é um animal pouco agressivo.

Queixada é um animal que se alimenta de frutos e de pequenos animais.
Queixada é um animal que se alimenta de frutos e de pequenos animais.

A seriema é uma ave que prefere correr em vez de voar.
A seriema é uma ave que prefere correr em vez de voar.

A suçuarana é o segundo maior felino das Américas.
A suçuarana é o segundo maior felino das Américas.

O tamanduá-bandeira alimenta-se, principalmente, de formigas e cupins.
O tamanduá-bandeira alimenta-se, principalmente, de formigas e cupins.

O tamanduá-mirim tem um tamanho bem inferior ao do tamanduá-bandeira.
O tamanduá-mirim tem um tamanho bem inferior ao do tamanduá-bandeira.

O veado campeiro é encontrado em pequenos grupos.
O veado campeiro é encontrado em pequenos grupos.

Flora

A flora do Cerrado é bastante diversificada, apresentando plantas com as mais variadas particularidades. Apesar das diferenças, a maioria das espécies apresenta certas características em comum: árvores de pequeno porte, caule retorcido e casca e folhas grossas. Segundo o Ministério do Meio Ambiente e a Secretaria de Biodiversidade e Florestas, essas características são resultado de um desequilíbrio no teor de micronutrientes, como do alumínio.

Veja a seguir algumas importantes plantas encontradas no Cerrado:

O araticum apresenta um fruto muito apreciado.
O araticum apresenta um fruto muito apreciado.

A polpa e a amêndoa do baru são utilizadas na alimentação.
A polpa e a amêndoa do baru são utilizadas na alimentação.

Praticamente todas as partes do buriti podem ser utilizadas.
Praticamente todas as partes do buriti podem ser utilizadas.

O cajuzinho pode ser utilizado na alimentação.
O cajuzinho pode ser utilizado na alimentação.

O ipê é bastante utilizado no paisagismo.
O ipê é bastante utilizado no paisagismo.

A farinha de jatobá é utilizada na alimentação.
A farinha de jatobá é utilizada na alimentação.

Os frutos da lobeira servem de alimento para o lobo-guará.
Os frutos da lobeira servem de alimento para o lobo-guará.

A mangaba é um fruto muito saboroso.
A mangaba é um fruto muito saboroso.

O fruto do pequizeiro pode utilizado na culinária e na fabricação de cosméticos.
O fruto do pequizeiro pode utilizado na culinária e na fabricação de cosméticos.

Ameaças

A fauna e a flora do Cerrado estão a cada dia mais ameaçadas, principalmente em decorrência da ação humana. Entre as principais ameaças enfrentadas, podemos citar:

Leia também: Cerrado, um risco de extinção em Goiás


Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/biologia/cerrado-1.htm