Hérnia de disco

Hérnia de disco é uma doença degenerativa que afeta os discos intervertebrais — estruturas cartilaginosas localizadas entre as vértebras.

A hérnia de disco é um problema de saúde que afeta a coluna vertebral, mais precisamente os discos intervertebrais. Nessa doença, há a protrusão do núcleo pulposo por meio de rupturas nas fibras, provocando o surgimento de uma protuberância que pode pressionar as estruturas nervosas próximas. A hérnia de disco pode provocar dor intensa com irradiação para o membro cuja a raiz nervosa é afetada, fraqueza muscular do membro acometido, e sensação de formigamento e dormência nos pés e mãos.

Saiba mais: Aracnoidite torácica — uma inflamação que atinge a aracnoide na região da coluna torácica

Resumo sobre hérnia de disco

O que é hérnia de disco?

Sendo um problema de saúde que afeta a coluna vertebral, a hérnia de disco é uma doença degenerativa do disco intervertebral que provoca dores, dormência e formigamentos. Para entender melhor esse problema, no entanto, devemos conhecer mais sobre a anatomia do corpo humano. A coluna vertebral é formada por vários ossos chamados de vértebras, os quais apresentam um espaço que forma o canal vertebral, no qual está a medula espinhal.

Entre cada vértebra, estão os discos intervertebrais, estruturas formadas por tecido cartilaginoso. Cada disco é formado por uma estrutura mais rígida chamada de anel fibroso e uma parte interna de consistência gelatinosa denominada núcleo pulposo. Os discos intervertebrais evitam o atrito entre as vértebras, e seu consequente desgaste, e também atuam amortecendo impactos, resistindo às deformações provocadas pela carga.

Ilustração indicando como é um disco normal e como é a hérnia de disco.
  Na hérnia de disco há o extravasamento do núcleo pulposo.

Com o tempo, é comum que os discos intervertebrais se desgastem, facilitando a formação das hérnias de disco, um processo caracterizado pela protrusão do núcleo pulposo por meio de rupturas no disco. A depender da quantidade do material herniado, ou seja, que saiu de seu local de origem, poderá ocorrer a compressão das raízes nervosas, causando os sintomas característicos da hérnia de disco.

A coluna lombar é, geralmente, a parte mais acometida pela hérnia de disco. Entretanto, outras partes da coluna também podem apresentar herniação do disco intervertebral. Em geral, a hérnia de disco ocorre, principalmente, entre a quarta e quinta década de vida.

Causas da hérnia de disco

A hérnia de disco pode apresentar diferentes causas, sendo, segundo o Ministério da Saúde, algumas delas:

Entre elas, a principal causa do problema é a predisposição genética. Vale salientar, no entanto, que levantar e carregar muito peso pode também favorecer o surgimento de hérnias de disco.

Sintomas da hérnia de disco

Nem sempre uma hérnia de disco causa sintomas, de modo que ela pode ser assintomática em algumas situações. Quando os sintomas surgem, no entanto, podem ser bastante dolorosos e afetar diretamente a qualidade de vida do indivíduo.

Os sintomas da hérnia de disco variam de uma pessoa para outra e estão relacionados diretamente com a área em que a raiz nervosa foi comprimida. Assim, alguns dos sintomas são:

A dor provocada pela hérnia de disco pode piorar com a realização de atividades físicas ou permanecer de maneira constante, porém com fraca intensidade. Essa última situação é mais comumente observada em idosos. Na região cervical, a dor provocada perla hérnia começa no pescoço e se irradia para os braços. Quando atinge a região lombo-sacra, a dor inicia-se na lombar e irradia para as nádegas, coxa e joelho.

Leia também: O que é e como tratar a artrite reumatoide?

Diagnóstico da hérnia de disco

Para o diagnóstico da hérnia de disco, o médico fará uma análise dos sintomas apresentados pelo paciente e indicará exames complementares para verificar o local exato da lesão e também o seu tamanho. Dentre os exames, podemos citar a ressonância magnética, tomografia e radiografia.

Tratamento da hérnia de disco

Existem diferentes tratamentos para a hérnia de disco, os quais garantem, na maioria das vezes, uma grande melhora ao paciente.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/doencas/hernia-de-disco.htm