Classificação dos anfíbios

Na classificação dos anfíbios, umas das características analisadas é a presença de cauda e patas. Esses animais podem ser classificados em anuros, urodelos e gymnophiona.

Os anfíbios são animais que apresentam representantes bem conhecidos, tais como sapos e rãs. Sua característica básica é a presença de uma pele úmida e permeável, que se constitui como principal local para as trocas gasosas. Além disso, é na pele desses animais que encontramos glândulas importantes, algumas delas relacionadas com a produção de toxinas que afastam os predadores.

Podemos reconhecer três grupos diferentes de anfíbios: os Anura, os Urodela e os Gymnophiona. A seguir, listaremos algumas características que nos permitem diferenciá-los.

→ Anura

Os anuros são o grupo de anfíbios mais bem-sucedidos e apresentam mais de 4 mil espécies. Alguns autores acreditam que esse sucesso está no fato de os anuros apresentarem variados modos de locomoção, como saltos, natação e escalada. Eles são encontrados em todos os continentes, com exceção da Antártida, e, como exemplo desses animais, podemos citar sapos, pererecas e rãs.

Rã

As patas traseiras são bem desenvolvidas nos anuros

De uma maneira geral, podemos dizer que os anuros destacam-se por possuir pernas traseiras alongadas e músculos bem desenvolvidos, o que lhes garante uma grande eficiência na locomoção. Esses animais apresentam também um corpo curto e inflexível, que não se dobra quando caminham, e uma pélvis conectada firmemente à coluna, a qual é bastante rígida. Além disso, esses animais não possuem cauda, por isso seu nome anura, que significa “sem cauda”. Eles apresentam ainda grandes olhos que lhes garantem uma visão binocular.

→ Urodela

Os urodelos são animais com cauda

Quando comparados aos anuros, os urodelos apresentam poucos representantes, com aproximadamente 515 espécies. Como exemplo desses animais, podemos citar as salamandras e os tritões. Esses animais, diferentemente dos anuros, apresentam quatro patas de tamanho praticamente iguais. Sua locomoção, portanto, é uma combinação dos movimentos das patas com ondulações laterais de seu corpo. Outro ponto importante que merece destaque é a presença neles de caudas longas.

→ Gymnophiona

Os Gymnophiona não possuem patas

Os Gymnophiona, ou ápodes, são animais que, como o nome indica, não possuem patas. Assim, sua locomoção é semelhante ao movimento das cobras. Esse grupo é o menos conhecido de anfíbios, e seus representantes, as cecílias ou cobras-cegas, possuem cerca de 180 espécies. A expressão “cobra-cega” é derivada do fato de que os olhos das cecílias, quando presentes, são recobertos por pele ou osso. Em algumas espécies, no entanto, observa-se a presença de uma retina com a capacidade de perceber luz. Uma outra característica importante é que, em alguns Gymnophiona, observam-se escamas dérmicas, as quais estão ausentes em outros grupos de anfíbios.


Por Ma. Vanessa dos Santos


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/biologia/classificacao-dos-anfibios.htm