Genes

Os genes são a unidade fundamental da hereditariedade e são constituídos por um segmento de uma molécula de DNA que contém informações sobre nossas características.

Quando estudamos Genética, vemos frequentemente a expressão genes para designar estruturas responsáveis pelas nossas características herdadas. Mas, afinal, o que é um gene e onde ele está localizado no nosso corpo?

Gene

O gene nada mais é do que uma sequência específica do DNA que contém as instruções necessárias para a síntese de uma proteína ou molécula de RNA. Podemos dizer que o gene é a unidade fundamental da hereditariedade. Geralmente, representam-se os genes com letras do alfabeto.

Todas as células de um corpo possuem os mesmos genes, entretanto, em algumas células, um tipo de gene é ativado e outro é desativado, garantindo, assim, a diferenciação das células. Vale frisar que, em alguns casos, o gene fica ativado a todo o momento, pois são fundamentais para a realização de atividades básicas da célula.

Localização dos genes

Os genes são encontrados nos cromossomos, que são formados por cadeias de DNA altamente condensadas associadas a proteínas. Em um cromossomo, existem diferentes genes, os quais determinam diferentes características. Na espécie humana, é possível observar 23 pares de cromossomos, sendo 22 pares de cromossomos não sexuais (autossomos) e um par de cromossomos sexuais (XX em mulheres e XY em homens).

As formas alternativas de um determinado gene são denominadas de alelos e estão localizadas em uma mesma posição em cromossomos homólogos (cromossomos geneticamente equivalentes). Essas formas alternativas de um gene podem surgir por meio de mutações, que fazem com que um pequeno trecho de um gene sofra modificação.

Alelos recessivos e alelos dominantes

Para cada característica do nosso corpo, temos duas cópias de um gene (uma cópia proveniente do pai e outra da mãe) atuando para que ela se expresse, ou seja, dois alelos. Alguns alelos são dominantes sobre outros, ou seja, a presença de um único alelo é capaz de expressar a sua característica. Já os genes recessivos só se expressam aos pares.

Imagine, por exemplo, que uma determinada planta possui genes para flores vermelhas e genes para flores rosa. O gene para flor vermelha é dominante sobre o gene para a flor rosa. Isso quer dizer que, se essa planta herdar apenas um gene para a flor vermelha e outro para a cor rosa, a cor da flor será vermelha. Entretanto, para a flor ser rosa, o par de genes deve ser para a cor rosa.

Curiosidade: Você sabia que, em cada célula humana, existem cerca de 25.000 genes?


Por Ma. Vanessa dos Santos


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/biologia/genes.htm