O que é seleção natural?

Compreender o que é seleção natural é fundamental para entender como os organismos sofrem modificações ao longo do tempo e novas espécies surgem.

A seleção natural nada mais é do que um mecanismo evolutivo que se baseia na sobrevivência e reprodução diferencial de indivíduos de uma população. Costuma-se dizer que a seleção natural seleciona o organismo mais apto a viver em um determinado ambiente.

Quem propôs a teoria da seleção natural?

A teoria da seleção natural foi proposta por Charles Darwin (1809-1822) e ficou conhecida após a publicação da famosa obra desse autor: A origem das Espécies. A obra de Darwin foi criada após esse pesquisador coletar inúmeros dados e fazer diversas observações, principalmente em sua viagem ao redor do mundo a bordo do navio H.M.S. Beagle. Ele também leu vários trabalhos, como a obra de Thomas Malthus: Um ensaio sobre os princípios da população. Foi a partir daí que Darwin percebeu que existia uma luta constante pela sobrevivência, pensamento essencial para propor a seleção natural.

Como funciona a seleção natural?

Segundo a seleção natural, existe uma luta constante pela sobrevivência e apenas organismos mais aptos são selecionados. Esses organismos mais aptos seriam capazes de passar suas características vantajosas aos seus descendentes. Com o tempo, as características vantajosas acumulam-se, as diferenças entre as populações ficam mais acentuadas e, assim sendo, a diferenciação da espécie original resulta em uma nova espécie.

Tipos de seleção natural

Podemos dizer que a seleção natural atua de três formas diferentes: seleção direcional, estabilizadora e disruptiva.

ATENÇÃO: A seleção natural não diz que o mais forte sobrevive, uma vez que nem sempre o mais forte é o mais apto.


Por Ma. Vanessa dos Santos


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-selecao-natural.htm