Violência no Brasil

Causada por diversos fatores, a violência no Brasil tem provocado mudanças na estrutura demográfica do país.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS)¹, a violência pode ser definida como “o uso intencional da força física ou poder contra si próprio, contra outra pessoa ou contra um grupo ou comunidade que resulte ou tenha possibilidade de resultar em lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação”. Essa triste realidade assola amplamente o Brasil, que é um dos países mais violentos do mundo.

A ONU, na última estimativa realizada (2014), colocou o Brasil em 16° lugar no ranking mundial da violência, já que cerca de 10% dos 437 mil assassinatos ocorridos no mundo no ano anterior (2013) teriam sido registrados em território brasileiro. Além do elevado registro de assassinatos, os índices dos demais tipos de violência também preocupam:

A cada 15 segundos uma mulher é vítima de violência no Brasil
A cada 15 segundos uma mulher é vítima de violência no Brasil

Toda essa violência, além de colocar em risco a vida de milhares de brasileiros, afeta a estrutura demográfica do país. Como a maior parte dos óbitos ocorre entre jovens do sexo masculino, estabelece-se uma diferença na quantidade de pessoas nessa faixa etária do sexo feminino e masculino. A morte de jovens contribui também para a mudança no perfil da pirâmide etária brasileira, que tem vivido um estreitamento de sua base e um alargamento do topo provocados pelo aumento na expectativa de vida dos brasileiros e redução do número de crianças e jovens no país.

Vários fatores contribuem para que a violência no Brasil esteja nessa situação tão crítica. Entre eles, destacam-se:


Por Thamires Olimpia
Graduada em Geografia


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/brasil/violencia-no-brasil.htm