Melhor do que ou Mais bem?

Os diferentes usos das expressões “mais bem” e “melhor do que” são especificidades do grau do advérbio “bem”.

Como você já deve saber, os advérbios podem manifestar-se no grau comparativo e no superlativo. No entanto, existem alguns advérbios que possuem uma forma comparativa sintética específica. É o caso do advérbio “bem”. Assim, é necessário prestar atenção na construção do grau comparativo. Veja:

1) Forma comparativa sintética:

Os animais adaptaram-se à mudança melhor do que nós.

2) Se o advérbio “bem”, no comparativo, for utilizado com particípios que possuam a função de adjetivo, terá a forma “mais bem”:

Minha pintura está mais bem harmonizada do que a sua.

RESUMINDO:

MELHOR DO QUE

Forma comparativa sintética

MAIS BEM DO QUE

Acompanha particípio com função adjetiva.

 

Por Mariana Rigonatto
Graduada em Letras


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/melhor-que-ou-mais-bem.htm