Nomenclatura dos Ácidos Carboxílicos

De acordo com a IUPAC, a nomenclatura dos ácidos carboxílicos é diferente da dos demais compostos orgânicos no sentido de que utiliza o prefixo “ácido” e o sufixo “oico”.

Os ácidos carboxílicos são aqueles compostos orgânicos que possuem o grupo carbonila ligado a um grupo hidroxila, isto é, possuem o grupo carboxila abaixo:

Grupo carboxila – grupo funcional dos ácidos carboxílicos

À medida que esses compostos foram sendo descobertos, eles foram recebendo nomes que tinham relação com a sua origem ou com alguma característica sua, como os exemplos a seguir:

No entanto, com o decorrer do tempo, mais e mais ácidos carboxílicos foram sendo descobertos, além de outros milhares de compostos orgânicos e, com isso, ficou muito difícil estudar todos esses compostos de forma organizada e discutir as pesquisas em diversos países. Por isso, a IUPAC (União internacional da Química Pura e Aplicada, sigla que vem do inglês International Union of Pure na Applied Chemistry) criou regras para a nomenclatura de todos os compostos orgânicos de acordo com a função a que pertencem. Essas regras podem ser vistas no texto Nomenclatura IUPAC.

No caso dos ácidos carboxílicos, a regra é basicamente a seguinte para os de cadeia normal, isto é, que não possuem ramificações:

ÁCIDO+ PREFIXO + INFIXO + OICO
            (indica a          (indica o
           
quantidade        tipo de
           
de carbonos)   ligação)

Exemplos:

H ─ COOH →Ácido metanoico

H3C – COOH → Ácido etanoico

H3C – CH2 ─ CH2 ─ COOH → Ácido butanoico

Se houver mais de um grupo carboxila, ele deve ser indicado por meio de um prefixo antes do sufixo “oico”, como nos exemplos abaixo:

HOOC ─ COOH → Ácido etanodioico

HOOC – CH2 ─ CH2 ─ CH2 ─ CH2 ─ COOH → Ácido hexanodioico

Se houver insaturações (ligações duplas ou triplas) e/ou ramificações, será necessário numerar a cadeia, começando do carbono da carboxila. Lembrando que se tiver mais de uma ramificação, elas devem ser escritas em ordem alfabética, desconsiderando os prefixos di, tri, tetra, iso, sec, terc, neo etc.

Exemplos:

Nomenclatura de alguns ácidos carboxílicos


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/quimica/nomenclatura-dos-Acidos-carboxilicos.htm