Oxidação energética de alcenos

A oxidação energética de alcenos em geral é feita utilizando-se o permanganato de potássio, em meios ácidos, sob aquecimento.

Uma reação de oxidação energética em alcenos ocorre quando há uma ruptura da molécula, ou seja, a quebra simultânea das duas ligações da dupla e a entrada de oxigênio na molécula orgânica.

É possível realizar esse tipo de reação com alcenos ao se utilizar o permanganato de potássio (KMnO4) ou o dicromato de potássio (K2Cr2O7) concentrados, em meio ácido, a quente.

No meio ácido, existem íons H3O+ causando a decomposição do KMnO4 e liberando 5 átomos de oxigênio nascente [O] para cada 2 KMnO4. Observe essa decomposição abaixo:

Reação de decomposição do permanganato de potássio

Essa reação é chamada de “energética” por romper as duas ligações da dupla (na oxidação branda só é rompida a ligação pi), outro fator é que essa redução do manganês em meio ácido é bem mais intensa do que em meio básico, como é feita na oxidação branda.

Em seguida, o oxigênio nascente liberado reage com um alceno, mas o produto final depende de quais são os tipos de carbono que estão realizando a ligação dupla, ou seja, se eles são primários, secundários ou terciários. Veja o que ocorre em cada caso:

Produtos da oxidação energética de alcenos

Veja os exemplos a seguir:

Exemplos de oxidação energética de alcenos


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/quimica/oxidacao-energetica-alcenos.htm