Guerra em Fronda

Guerra civil ocorrida na França entre 1648 e 1653, pouco antes da Guerra Franco-Espanhola de 1653-9, e alguns anos após a Guerra dos Trinta Anos.

Antecedentes

Em 1642, morre o cardeal Richelieu e este é substituído pelo primeiro ministro Mazarino. Ao final da Guerra dos Trinta Anos, o país se encontrava totalmente arrasado, mas isso não impediu que o cardeal Mazarino determinasse novos impostos, fato que gerou grande revolta entre os parlamentares, a corte, a aristocracia e os comandantes do exército.

A Guerra

Em 13 de maio de 1648, o parlamento se recusa a pagar os impostos e propõe alterações para limitar o poder do rei. Mazarino descontente com a atitude dos parlamentares ordena a prisão de todos eles.

Em 1650, houve um grande movimento comandado por Luis II que teve como objetivo derrubar Mazarino do poder. A rainha da Áustria, aliada de Mazarino, ordenou que seu exército prendesse Luis II e que acabasse com o movimento.

A vitória de Mazarino lhe devolveu o poder e com este obrigou o parlamento a obedecer a sua tirania. Em fevereiro de 1651, o parlamento de Paris exige que Mazarino deixe o poder e este se viu obrigado a exilar-se em Bruhl. O parlamento declara Luis XIV maior de idade e o coloca no poder.

Neste período ocorre a pior fase do conflito, pois Luis XIV luta contra os exércitos dos Países Baixos e da Espanha. Mazarino volta ao poder e este fortalece a monarquia enquanto Luis XIV estabelece o poder absoluto da realeza.


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/guerras/guerra-fronda.htm