Lanolina

A lanolina, presente em cremes hidratantes, sabonetes, xampus e amaciantes de roupas, é um material constituído por vários tipos de substâncias, obtido da lã do carneiro.

A lanolina é constituída por vários compostos, incluindo ésteres e poliésteres de álcoois de cadeia longa e ácidos graxos, com predominância dos insaturados, representados por uma proporção elevada dos ácidos eicosapentaenoico (EPA), linoleico e docosa-hexaenoico.

Ela é obtida como subproduto da limpeza da lã dos carneiros, daí o seu nome, que é derivado do latim: lana = lã e oleum = óleo. A lanolina é uma graxa amarelada e é excretada pelas glândulas sebáceas desses animais.

A lanolina é uma graxa amarelada

Esse material possui larga aplicação industrial, principalmente em cosméticos. Veja algumas dessas aplicações:

Essa ação hidratante faz com que ela seja uma substância umectante ou emoliente (amaciante), aumentando também a hidratação e a elasticidade da pele. Em razão disso, muitas mães em fase de amamentação usam esse hidratante nos seios, para evitar rachaduras e dores.

A lanolina é usada como creme hidratante para a pele

Nos cabelos, amacia e protege as fibras danificadas por tratamentos químicos e condiciona os cabelos ressecados.

A lanolina é usada no xampu e na hidratação de cabelos

Mas uma coisa que deve ser levada em consideração é que nem sempre um xampu que contém lanolina é o mais indicado para você. Isso ocorre porque algumas pessoas desenvolvem um processo alérgico, provocando coceira e eczema local. Esses sintomas passam quando a pessoa deixa de usar o xampu com lanolina.

A lanolina é usada em batons para hidratação dos lábios

A lanolina é usada como lubrificante de instrumentos musicais de sopro


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/quimica/lanolina.htm