Topo
pesquisar

Raimundo da Mota

Biografia

PUBLICIDADE

Poeta parnasiano brasileiro nascido a bordo de um navio ancorado na barra de Mangunça, município de Cururupu, MA, que com Olavo Bilac e Alberto de Oliveira, formou o trio de poetas parnasianos mais conhecidos do Brasil. Formado pela Faculdade de Direito de São Paulo (1882), foi promotor e juiz em cidades fluminenses e mineiras (1883-1897), quando seguiu para Lisboa como secretário da legação brasileira.

Voltou ao Brasil (1899), fixando residência em Niterói, RJ, e, no ano seguinte, no Rio de Janeiro. Um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, suas mais citadas produções são Primeiros sonhos (1879), Sinfonias (1883), Versos e versões (1887), Aleluias (1891) e Poesias (1898), este lançado em Lisboa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Também publicou traduções de alta qualidade de poemas de Byron, Victor Hugo, Lope de Vega, Heine, Catulle Mendès, Téophile Gautier e outros. Voltou à Europa (1911) em busca de tratamento de saúde, pois estava sofrendo de uremia, mas faleceu em Paris. Seus restos mortais foram trasladados para o Brasil (1920) por iniciativa da Academia Brasileira de Letras.


Foto copiada do site A LITERATURA BRASILEIRA:
http://br.geocities.com/dariognjr69/ 

Fonte: Biografias - Unidade Acadêmica de Engenharia Civil / UFCG

Ordem R - Biografia - Brasil Escola

Raimundo da Mota, poeta brasileiro
Raimundo da Mota, poeta brasileiro
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola