Topo
pesquisar

Vetor e agente etiológico

Saúde e Bem-estar

Vetor e agente etiológico são dois termos importantes quando o assunto é a transmissão de doenças. Apesar de serem usados como sinônimos, possuem significados totalmente distintos.
O <i>Aedes aegypti</i> é um vetor de doenças, ou seja, transporta os agentes etiológicos
O Aedes aegypti é um vetor de doenças, ou seja, transporta os agentes etiológicos
PUBLICIDADE

Quando estudamos uma doença, um dos principais fatores que avaliamos é sua forma de transmissão. Conhecer essa característica é importante para criar medidas preventivas e até mesmo evitar um surto ou epidemia. Nesse contexto, é essencial entender a diferença entre dois termos básicos: vetor e agente etiológico.

O que é o agente etiológico?

O agente etiológico é capaz de desencadear os sinais e os sintomas de uma patologia. Isso quer dizer que ele é o organismo causador da doença. Na AIDS, por exemplo, o agente etiológico é o vírus HIV. Já no caso da Doença de Chagas, o agente etiológico é o Trypanossoma cruzi.

Os principais agentes etiológicos conhecidos estão normalmente agrupados no grupo dos vírus, bactérias, protozoários, fungos, platelmintos e nematelmintos.

O que é vetor?

Quando falamos que uma doença é transmitida por um vetor, estamos dizendo que, para que a patologia seja passada de um ser para outro, é necessário um veículo de transmissão. Os mosquitos são importantes vetores, como é o caso do Aedes aegypti, que leva o vírus causador da dengue, Zika, febre amarela e chikungunya.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Parasitologia, existem dois tipos de vetores:

  • Vetor biológico: é aquele em que o agente etiológico multiplica-se.

  • Vetor mecânico: é aquele que funciona apenas como transporte, não havendo multiplicação do agente etiológico.

Diferença entre agente etiológico e vetor

O agente etiológico nada mais é do que o organismo causador da doença, e o vetor é aquele que transporta o agente etiológico.

Citando novamente o exemplo da doença de Chagas, o Trypanossoma cruzi é o responsável por causar a doença, ou seja, o agente etiológico. Já o vetor da doença são os insetos conhecidos como barbeiros ou chupões, que liberam o agente etiológico em suas fezes.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Vetor e agente etiológico"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude/vetor-agente-etiologico.htm>. Acesso em 21 de agosto de 2017.

Enterobius vermicularis: causador da oxiurose
Biologia Filo Nematoda
 Os tipos de bactérias de vida livre ou vida colonial.
Biologia Bactérias
Ciclo da esquistossomose e teníase
Biologia Platelmintos
A AIDS é um exemplo de doença emergente
Doenças e patologias Doenças emergentes e reemergentes
Estrutura básica de um Vírus
Biologia Vírus
Vírus HIV
Saúde e Bem-estar Transmissão da AIDS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA