Topo
pesquisar

Auto-Hemoterapia

Saúde e Bem-estar

PUBLICIDADE

A auto-hemoterapia é uma prática bastante polêmica que consiste em retirar uma pequena quantidade de sangue que varia entre 5 e 20ml da veia de uma pessoa para reintroduzí-lo no seu próprio músculo para que o sistema retículoendotelial seja estimulado.

O sistema reticuloendotelial é formado por células localizadas por todo o corpo cuja função é formar anticorpos que promovam a fagocitose de organismos estranhos bem como a estimulação do aumento da produção dos macrófagos que limpam os vírus, bactérias, células cancerígenas e sangue coagulado do organismo.

Ao estimular a produção dos macrófagos, o organismo quadruplica sua produção, o que supostamente seria o bastante para diminuir ou até mesmo curar doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes e corpos estranhos, como cistos, miomas e obstruções dos vasos sanguíneos.

É importante ressaltar que não se devem abandonar tratamentos por causa da auto-hemoterapia, pois essa prática não foi estudada cientificamente e não se conhece qualquer benefício comprovado assim como seus efeitos colaterais. Há chances de aparecer tumores no local de aplicação como um efeito colateral, mas também é uma hipótese.

É uma prática ilegal para os Conselhos de Medicina do Brasil e para a Anvisa que já se comprometeram a pesquisar e realizar experimentos com a prática para se conhecer realmente seus benefícios e malefícios. Antes que isso aconteça é proibida a sua prática por qualquer médico ou profissional de saúde que se proponha a fazer.

Por Gabriela Cabral

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Gabriela Cabral Da Silva. "Auto-Hemoterapia"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude/auto-hemoterapia.htm>. Acesso em 29 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA