Topo
pesquisar

Riscos das drogas sintéticas

Saúde na escola

Os riscos das drogas sintéticas são variados, incluindo-se danos cerebrais, convulsões, surtos psicóticos e até mesmo a morte.
As drogas sintéticas são cada vez mais populares entre os jovens
As drogas sintéticas são cada vez mais populares entre os jovens
PUBLICIDADE

O uso de drogas está cada vez mais difundido entre os jovens, sendo bastante comuns os relatos de experiências com essas substâncias. Atualmente, um grupo de drogas, que surgiu nos anos 80, vem chamando a atenção: as drogas sintéticas.

O que são drogas sintéticas?

As drogas sintéticas são substâncias ou misturas criadas em laboratório com o objetivo de promover efeitos semelhantes aos das drogas obtidas naturalmente, ou seja, afetar diretamente as ações do sistema nervoso. Os componentes das drogas sintéticas não são encontrados na natureza.

Exemplos de drogas sintéticas

O exemplo mais conhecido de droga sintética é a 3,4-metilenodioximetanfetamina (MDMA) conhecida popularmente como ecstasy. Essa droga é bastante popular, principalmente em festas, e destaca-se por ser estimulante e alucinógena. Além do ecstasy, são exemplos de drogas sintéticas:

  • LSD ou ácido lisérgico: Droga que possui substâncias semelhantes às encontradas em cogumelos alucinógenos. O LSD pode provocar alucinações e desencadear “flashbacks”, ou seja, pode fazer com que a experiência vivida com o uso droga repita-se mesmo sem o uso da substância. O grande risco são os problemas psíquicos que podem ser desencadeados.

  • Special K ou quetamina: Essa droga, que era usada como anestésico nos anos 70, é depressora do sistema nervoso central e pode desencadear entorpecimento, alucinações profundas, distorções visuais, problemas respiratórios, elevações na pressão cardíaca, dependência, entre outros.

  • 25I-NBOMe: Droga semelhante ao LSD, mas com efeitos mais graves e mais mortais. Provoca alucinações, euforia, paranoia, convulsões e até mesmo a morte.

  • PMA ou parametoxianfetamina: Produz efeitos similares àqueles causados pelo ecstasy, mas que demoram maior tempo para aparecerem. Isso faz com que muitas pessoas ampliem a dose, acreditando que a droga não está fazendo efeito. Com isso, o usuário pode tomar uma superdosagem, o que, por sua vez, pode causar morte súbita.

  • Krokodil: Formada principalmente por desomorfina, o krokodil é uma espécie de versão barata da heroína. Causa danos graves à saúde, tais como ulcerações na pele, necrose e gangrena.

As drogas sintéticas causam danos à saúde?

Assim como qualquer droga, seja ilícita, seja lícita, as drogas sintéticas podem afetar de maneira negativa o corpo humano. Entre os principais problemas já relatados, estão:

  • Alterações na pressão arterial

  • Desidratação

  • Náuseas

  • Alucinações profundas

  • Hipertermia (aumento da temperatura)

  • Diminuição da concentração de sódio no sangue

  • Convulsões

  • Exaustão

  • Choque cardiorrespiratório

  • Danos cerebrais

  • Surtos psicóticos

  • Morte


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Riscos das drogas sintéticas"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/riscos-das-drogas-sinteticas.htm>. Acesso em 22 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA