Topo
pesquisar

Alimentos calóricos

Saúde na Escola

O consumo de alimentos calóricos pode causar um aumento de peso, fazendo com que muitas pessoas prefiram alimentos light e diet.
PUBLICIDADE

Para manter uma boa saúde, é imprescindível ter hábitos saudáveis, aliados a uma alimentação balanceada e à prática de atividades físicas regulares. A ingestão de água, carboidratos, lipídeos e proteínas (os macronutrientes) e vitaminas e íons orgânicos (os micronutrientes), na variedade e quantidade adequadas, faz com que o organismo seja provido de todas as suas necessidades energéticas básicas, sem aumento ou diminuição do peso corpóreo.

A necessidade energética de uma pessoa varia conforme a sua idade, sexo e altura, e é calculada levando-se em consideração gastos inevitáveis, como a manutenção dos processos vitais básicos do corpo e gastos que dependerão das atividades praticadas pela pessoa. Um homem adulto necessita em média de 1.800 kcal/dia para manter o seu metabolismo basal, enquanto que uma mulher adulta necessita de aproximadamente 1.500 kcal/dia. Além desse valor, deve-se levar em consideração gastos com outras atividades, como dançar, escrever, dirigir, andar, falar, correr, nadar, ler, entre tantas outras.

Cada pessoa deve ter uma ingestão calórica adequada ao seu estilo de vida. Se uma pessoa ingerir muito mais calorias do que seu corpo realmente necessita, ela irá engordar; e se ela ingerir menos do que o corpo precisa, irá emagrecer. É importante lembrar que o nosso corpo necessita de energia, e se houver uma ingestão insuficiente de calorias, o organismo poderá sofrer graves danos.

Alguns alimentos vêm sendo comercializados e utilizados por pessoas que tentam reduzir a ingestão de calorias. São os produtos diet e light, mas, afinal, qual é a diferença entre esses produtos?

Os produtos diet são direcionados para pessoas diabéticas e eles não apresentam açúcar em sua composição. Nesse caso, o açúcar é substituído por qualquer outro edulcorante, como o aspartame. Chamamos de edulcorante qualquer tipo de adoçante, sendo que o açúcar é um edulcorante natural; e o aspartame, um edulcorante artificial. Os edulcorantes artificiais apresentam um valor energético muito baixo e por esse motivo são muito utilizados por pessoas que fazem dietas.

Os produtos light, diferentemente dos produtos diet, correspondem a uma baixa fonte de calorias, pois os compostos com alto valor energético, como lipídeos e carboidratos, são encontrados em baixa quantidade. Nesses alimentos também são utilizados edulcorantes artificiais.

Atualmente, podemos encontrar nas prateleiras dos supermercados produtos enriquecidos com ômega três e que se associam a uma redução no colesterol. Na verdade, esses alimentos possuem a mesma quantidade de colesterol do que os outros. O que os diferencia é que eles contêm uma substância que, em tese, auxiliaria o organismo na eliminação do colesterol. Muitos especialistas questionam o consumo desses produtos, pois consideram que a melhor forma de se manter o colesterol em níveis normais é evitando o excesso de peso, diminuindo o consumo de gordura saturada e praticando atividades físicas.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Alimentos calóricos"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/saude-na-escola/alimentos-caloricos.htm>. Acesso em 11 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA