Topo
pesquisar

Intertextualidade

Redação

PUBLICIDADE

A Intertextualidade pode ser definida como um diálogo entre dois textos. Observe os dois textos abaixo e note como Murilo Mendes (século XX) faz referência ao texto de Gonçalves Dias (século XIX):
 

Canção do Exílio

 

Nota-se que há correspondência entre os dois textos. A paródia-piadista de Murilo Mendes é um exemplo de intertextualidade, uma vez que seu texto foi criado tomando como ponto de partida o texto de Gonçalves Dias.

Na literatura, e até mesmo nas artes, a intertextualidade é persistente.
Sabemos que todo texto, seja ele literário ou não, é oriundo de outro, seja direta ou indiretamente. Qualquer texto que se refere a assuntos abordados em outros textos é exemplo de intertextualização.

A intertextualidade está presente também em outras áreas, como na pintura, veja as várias versões da famosa pintura de Leonardo da Vinci, Mona Lisa:

 


Mona Lisa, Leonardo da Vinci. Óleo sobre tela, 1503.


Mona Lisa, de Marcel Duchamp, 1919.

 
Mona Lisa, Fernando Botero, 1978.


Mona Lisa, propaganda publicitária.

Por Marina Cabral
Especialista em Língua Portuguesa e Literatura

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Marina Cabral Da. "Intertextualidade"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/redacao/intertextualidade.htm>. Acesso em 02 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA