Topo
pesquisar

Processos Endotérmicos e Exotérmicos

Química

As reações químicas ou as mudanças de estado físico que liberam calor são processos chamados de exotérmicos. E os que ocorrem com absorção de calor são endotérmicos.
PUBLICIDADE

Várias reações no nosso cotidiano ocorrem com perda e ganho de energia na forma de calor, pois a formação e a ruptura das ligações envolvem interação da energia com a matéria. Além de reações, isso também ocorre nas mudanças de estado físico.

Por exemplo, uma reação comum de combustão é a queima da madeira. Sabe-se que esse processo ocorre com liberação de energia na forma de calor e também de luz. Assim, essa reação é denominada exotérmica (o prefixo “exo” significa “para fora”), pois há liberação de calor.

Um processo exotérmico que não é uma reação, mas sim uma mudança de estado de agregação, é a formação da neve. A água líquida se solidifica, formando a neve, quando ocorre a liberação de calor. Libera-se nesse processo, mais especificamente, 7,3 kJ de calor.

Nesses processos exotérmicos, a variação da entalpia (ΔH), ou seja, a quantidade de calor liberada será sempre negativa (∆H< 0), porque a variação da entalpia é medida diminuindo-se a entalpia dos produtos pela entalpia dos reagentes (ΔH = Hprodutos – Hreagentes ou ΔH = Hfinal – Hinicial). Como houve liberação de energia, a entalpia dos produtos será menor e, portanto, a variação da entalpia será negativa.

Outros exemplos de reações e fenômenos exotérmicos estão listados abaixo:

Exemplos de processos exotérmicos

No entanto, as reações ou mudanças de estado físico que absorvem calor são denominadas processos endotérmicos.

Um exemplo de reação endotérmica (o prefixo “endo” significa “para dentro”) é o cozimento de alimentos, no qual é necessário o fornecimento de energia. Já uma transformação de estado físico é a evaporação da água líquida, que, para ocorrer, precisa absorver 44 kJ.

Nesse caso, como a entalpia dos produtos ou do estado final aumenta (pois se absorve energia), a variação da entalpia será sempre positiva (ΔH > 0).

Observe outros exemplos de processos endotérmicos abaixo:

Exemplos de processos endotérmicos

Resumindo:

Resumo dos conceitos envolvidos nos processos exotérmicos e endotérmicos


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Processos Endotérmicos e Exotérmicos"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/processos-endotermicos-exotermicos.htm>. Acesso em 27 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA