Topo
pesquisar

Ligas Metálicas

Química

As ligas metálicas são materiais com propriedades metálicas que contêm dois ou mais elementos, sendo que pelo menos um deles é metal.
PUBLICIDADE

Procure na Tabela Periódica o bronze. Encontrou? Isso provavelmente não vai ocorrer, mas por que, se o bronze tem praticamente todas as características dos elementos do grupo dos metais?

O que ocorre é que o bronze não é um metal, muito menos um elemento químico. Na realidade ele é uma liga metálica.

Definição conceitual de liga metálica

Por exemplo, o bronze, citado anteriormente, é uma liga metálica em que se misturaram os metais cobre (Cu – 90%) e estanho (Sn – 10%).

A produção dessa e de outras ligas metálicas se dá normalmente pelo aquecimento conjunto dos metais, até que eles se fundam e se misturem completamente; seguido de seu esfriamento e solidificação.

No nosso cotidiano é muito comum a presença dessas ligas, pois elas podem ter suas propriedades amplamente alteradas por meio do processo utilizado na sua preparação e também pela proporção em que esses elementos são misturados. Em razão desse fator, as ligas muitas vezes acabam sendo mais eficazes que os metais puros e são preparadas com várias finalidades e usos.

Por exemplo, o ferro puro oxida facilmente com o ar, o magnésio é muito reativo e inflamável, o ouro e a prata são moles, etc. Assim, ao misturar esses metais com outros metais ou com outros elementos é possível conseguir materiais com as propriedades desejadas, como maior dureza, menos reatividade e assim por diante.

Vejamos alguns exemplos abaixo:

Exemplos de ligas metálicas, suas composições, propriedades e aplicações


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Ligas Metálicas"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/ligas-metalicas.htm>. Acesso em 24 de setembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA