Topo
pesquisar

Ligações iônicas

Química

PUBLICIDADE

A ligação iônica, também conhecida como ligação eletrovalente, ocorre entre íons positivos (cátions) e negativos (ânions), em razão da força de atração eletrostática existente entre eles.

Como exemplo, temos o carbonato de cálcio (CaCO3). O átomo de cálcio (Ca) não é estável, pois apresenta 2 elétrons livres na camada de valência, a estabilidade só será atingida se ele perder dois elétrons, o que dará origem ao cátion Ca2+. O composto CO por sua vez também não é estável, pelos mesmos motivos que o Ca, e atingirá a estabilidade somente se ganhar dois elétrons, esse átomo dá origem ao íon CO32- .

Se os íons já estão formados e eletronicamente estáveis, haverá assim uma interação eletrostática, mais conhecida como ligação iônica. Esse fenômeno químico acontece obedecendo à regra: cargas com sinais opostos se atraem. Veja a equação:

Ca2+ + CO32- → CaCO3

Os compostos derivados da ligação iônica são denominados de compostos iônicos e possuem estrutura eletricamente neutra.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola 

Veja mais!
Polaridades das ligações iônica e covalente.

Química Geral - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Ligações iônicas"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/ligacoes-ionicas.htm>. Acesso em 02 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA