Topo
pesquisar

Ligações Covalentes

Química

As ligações covalentes representam a união entre átomos estabelecida por pares de elétrons. Elas ocorrem somente com átomos que têm a tendência de ganhar elétrons.
PUBLICIDADE

As ligações covalentes, também denominadas ligações moleculares ou homopolares, são aquelas que ocorrem entre átomos de elementos eletronegativos, ou seja, com tendência de receber elétrons, estabelecendo uma ligação de compartilhamento de elétrons das suas camadas de valência.

A ligação covalente pode ocorrer entre os seguintes elementos: hidrogênio, ametais e semimetais. Os metais nunca participam desse tipo de ligação.

Vamos considerar um exemplo simples de ligação covalente: a ligação de formação do gás hidrogênio (H2):

H + H → H2

Ligação covalente na formação do gás hidrogênio

Observe que ambos os átomos precisavam receber um elétron para completar a sua camada de valência – segundo a Regra do Octeto – e para, dessa forma, ficarem estáveis. Portanto, eles compartilharam seus elétrons e, desse modo, ambos passaram a dispor de dois elétrons, ficaram com sua camada K completa e adquiriram configuração do gás nobre hélio.

Esse compartilhamento de elétrons é o que diferencia esse tipo de ligação da ligação iônica, na qual há transferência de elétrons.

Veja na figura abaixo mais dois exemplos desse caso:

Ligações covalentes do enxofre e do nitrogênio

Nesse tipo de ligação há a formação de moléculas, que podem ser representadas por suas respectivas fórmulas moleculares, isto é, a representação mais simples que indica quantos átomos de cada elemento têm na molécula. Alguns exemplos de fórmulas moleculares são: H2, S2, O2, N2, H2O, CO2, etc.

A ligação covalente pode ser representada ainda por duas outras fórmulas:

  • Fórmula Eletrônica ou Fórmula de Lewis: nessa fórmula aparecem também os elétrons da camada de valência de cada átomo e a formação de pares eletrônicos. Esses elétrons são simbolizados pelos sinais . ou x;
  • Fórmula Estrutural Plana ou Fórmula Estrutural de Couper: mostra as ligações dos elementos, sendo que cada par compartilhado corresponde a um traço. Se for apenas um traço chamamos de ligação simples; se forem dois, ligação dupla; e se forem três traços, ligação tripla.

Observe outros exemplos de ligações covalentes, sendo representadas por essas três fórmulas químicas:

Exemplos de ligações covalentes e suas fórmulas moleculares, eletrônicas e estruturais


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Ligações Covalentes"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/ligacoes-covalentes.htm>. Acesso em 02 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA