Topo
pesquisar

Gás Lacrimogêneo

Química

PUBLICIDADE

Muitos protestos violentos são dispersos pelos policiais com a ajuda do Gás Lacrimogênio. Este gás orgânico começou a ser utilizado na Primeira Guerra Mundial, ele pertence à classe dos Haletos que são compostos que apresentam pelo menos um átomo do grupo dos Halogênios (F, Cl, Br, I), ligado a um grupo derivado de hidrocarboneto.

Nas manifestações de rua os policiais não podem acalmar a euforia da multidão com armas de fogo, sendo assim, o uso do gás é uma opção válida já que este apresenta baixa toxicidade, e faz com que as vítimas soltem lágrimas incessantes e se afastem. A palavra "Lacrimogêneo" vem do Latim "lacrima" que significa lágrima.

É também reconhecido pela sigla CS, cuja composição é gás (o-Clorobenzilideno malononitrilo). É um agente incapacitante, ou seja, os efeitos resultantes do contato com tais substâncias atrapalham qualquer indivíduo de realizar tarefas, já que vai estar muito ocupado tentando respirar ou esfregando os olhos (inutilmente). Além de lágrimas, o gás ainda pode causar: tosse, irritação da pele e vômitos. A queda do líquido irritante na pele causa sensação de queimadura. Os efeitos levam entre 20 a 45 minutos para passar.

Esses gases podem ser dispersos por meio de sprays (aerosol) ou na forma de granadas de mão como projéteis a serem lançados.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Veja mais!

Luminol - Conheça o líquido que ajuda a desvendar crimes.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves De. "Gás Lacrimogêneo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/gas-lacrimogeneo.htm>. Acesso em 28 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA