Topo
pesquisar

Esteroides naturais e sintéticos

Química

PUBLICIDADE

Os Esteroides sintéticos são aqueles produzidos artificialmente por Indústrias farmacêuticas. Um exemplo é o Estanozolol, um esteroide anabolizante usado para facilitar a obtenção de músculos por frequentadores de academias e esportistas.



Estanozolol

O consumo em excesso desse esteroide é proibido pelas Organizações esportistas, por colocar o usuário em vantagem com relação a outros competidores. Um fato marcante ocorreu nas Olimpíadas de 1988 quando o esportista Bem Johnson, após vencer a corrida dos 100 metros rasos, foi desclassificado da competição. O motivo? Tem tudo a ver com o presente contexto.

Bem Johnson fez uso de anabolizantes para intensificar sua força física, o que não é válido no esporte, onde o lema é competir de igual para igual. O esteroide que ele consumiu, o Estanozolol, foi identificado através do exame de urina. Atualmente tem-se o exame antidoping, método mais moderno e eficiente para detectar o uso de sintéticos (drogas em geral).

Os Esteroides sintéticos podem trazer graves consequências ao organismo, dentre elas, a paralisia do fígado e dos rins, hipertensão, câncer e em casos extremos, morte súbita. O uso de anabolizantes em mulheres fica mais visível em razão das alterações: nascimento de pêlos, mudanças na voz, ganho de músculos, etc.

Por outro lado existem os Esteroides essenciais à nossa sobrevivência e que se fazem presente naturalmente em nosso corpo, como por exemplo, o colesterol (C27H46O).


Colesterol

Esse esteroide natural é produzido no fígado e uma de suas funções é compor a estrutura das membranas celulares. Em contrapartida, o excesso dessa substância em nosso organismo pode trazer sérios problemas de saúde, um deles é a obstrução das artérias, doença conhecida como aterosclerose.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

 

Química Orgânica - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves De. "Esteroides naturais e sintéticos"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/esteroides-naturais-sinteticos.htm>. Acesso em 24 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA