Topo
pesquisar

Distribuição eletrônica em camadas

Química

A distribuição eletrônica em camadas é uma forma de distribuir os elétrons a partir dos níveis de energia (segundo o modelo de Bohr) de um átomo.
PUBLICIDADE

Denomina-se de distribuição eletrônica em camadas a distribuição que leva em consideração apenas a quantidade de elétrons máxima em cada uma das camadas (segundo o átomo de Bohr) de um átomo.

As camadas que um átomo pode apresentar são K, L, M, N, O, P e Q. Veja a quantidade máxima de elétrons em cada uma delas:

  • K = 2 elétrons

  • L = 8 elétrons

  • M = 18 elétrons

  • N = 32 elétrons

  • O = 32 elétrons

  • P = 18 elétrons

  • Q = 8 elétrons

Para realizar uma distribuição eletrônica em camadas, é necessário:

  • Conhecer o número atômico do átomo que será trabalhado, pois esse número indica o número de elétrons;

  • Respeitar o limite de elétrons de cada camada, como foi descrito acima.

  • Seguir minuciosamente cada uma das regras propostas abaixo:

→ Regra 1: Se o número de elétrons for suficiente, a primeira (camada K) e a segunda (camada K) camada do átomo devem sempre receber o máximo de elétrons, que é 2 e 8, respectivamente;

→ Regra 2: A penúltima camada a receber elétrons nunca pode exceder o limite de 18 elétrons;

→ Regra 3: A última camada a receber elétrons nunca pode exceder o limite de oito elétrons;

→ Regra 4: Quando há mais elétrons do que cabe na última camada, devemos sempre repetir o número de elétrons da camada anterior e posicionar os elétrons restantes na próxima camada.

Veja alguns exemplos de distribuição eletrônica em camadas:

Exemplo 1: Distribuição em camadas do elemento sódio, cujo número atômico é 11.

Como o número atômico do sódio é 11, seus átomos apresentam 11 elétrons. Sua distribuição será realizada da seguinte forma:

  • Camada K: 2 elétrons

Dos onze elétrons, a camada K receberá apenas dois, pois esse é seu limite de elétrons (regra 1).

  • Camada L: 8 elétrons

Dos nove elétrons restantes, a camada L receberá apenas oito, pois esse é seu limite de elétrons (regra 2).

  • Camada M: 1 elétron

Como restou apenas um elétron dos onze que o átomo de sódio apresentava, ele deve ser posicionado na camada M, que é a próxima após a camada L.

Exemplo 2: Distribuição em camadas do elemento cálcio, cujo número atômico é 20.

Como o número atômico do cálcio é 20, seus átomos apresentam 20 elétrons. Sua distribuição em camadas será realizada da seguinte forma:

  • Camada K: 2 elétrons

Dos 20 elétrons, a camada K receberá apenas 2 elétrons, pois esse é seu limite de elétrons (regra 1).

  • Camada L: 8 elétrons

Dos 18 elétrons restantes, a camada L receberá apenas 8, pois esse é seu limite de elétrons (regra 2).

  • Camada M: 8 elétrons

Restam 10 elétrons após o preenchimento das camadas K e L. Como a última camada não pode ter mais do que oito elétrons, devemos repetir o número de elétrons da camada anterior (Camada L) e posicionar o restante na próxima (camada N) (regra 4).

  • Camada N: 2 elétrons

Recebe os elétrons que sobraram, já que não podiam ser posicionados na camada anterior (regra 4).

Exemplo 3: Distribuição em camadas do elemento bromo, cujo número atômico 35.

Como o número atômico do bromo é 35, seus átomos apresentam 35 elétrons. Sua distribuição será realizada da seguinte forma:

  • Camada K: 2 elétrons

Dos 35 elétrons, a camada K receberá apenas 2 elétrons, pois esse é seu limite de elétrons.

  • Camada L: 8 elétrons

Dos 33 elétrons restantes, a camada L receberá apenas 8 elétrons, pois esse é seu limite de elétrons.

  • Camada M: 18 elétrons

Como restam 25 elétrons, essa camada pode receber apenas 18 elétrons, pois não será a última, pois a última só pode receber 8, mas a penúltima pode receber 18. Assim, a camada M será a penúltima camada (regra 3).

  • Camada N: 7 elétrons

Dos 35 elétrons que o átomo apresentava, restam apenas sete. Como a última camada pode receber até oito elétrons, essa será a última camada e receberá os sete elétrons.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Distribuição eletrônica em camadas"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/distribuicao-eletronica-camadas.htm>. Acesso em 24 de junho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA