Topo
pesquisar

Constituição da matéria

Química

PUBLICIDADE

Podemos definir matéria como sendo tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Toda matéria é formada por pequenas partículas, designadas átomos.

Em 1808, se baseando em fatores experimentais, o cientista britânico John Dalton (1766-1844), formulou uma teoria, a chamada teoria atômica de Dalton que define:

1- Pequenas partículas esféricas, maciças e indivisíveis, nomeadas átomos, constituem a matéria.
2- Elemento químico é composto de um conjunto de átomos com as mesmas massas e tamanhos.
3- Elementos químicos diferentes indicam átomos com massas, tamanhos e propriedades diferentes.
4- Substâncias diferentes são resultantes da combinação de átomos de elementos diversos.
5- A origem de novas substâncias está relacionada ao rearranjo dos átomos, uma vez que eles não são criados e nem destruídos.


Modelo atômico de Dalton

São exemplos de matérias o ferro, a madeira, a água, e existem matérias que não podem ser vistas como é o caso do ar que respiramos.
Através da matéria podemos dar origem a materiais (objetos). Exemplificando seria assim: com um pedaço de madeira o carpinteiro faz um móvel, o ferro é usado para fabricar ferramentas.
Surge assim outra definição, a de corpo e objeto: Corpo é qualquer porção limitada de matéria e objeto, é aquilo que o corpo se transforma quando é trabalhado.
Mais exemplos: o escultor usa um pedaço de mármore (corpo) para fazer uma estátua (objeto). O ourives faz um anel (objeto), de uma barra de ouro (corpo).
Ao relacionarmos matéria com o exemplo, ficaria assim:

Matéria- ouro
Corpo- barra de ouro
Objeto- anel

Por Líria Alves
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves De. "Constituição da matéria"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/constituicao-materia.htm>. Acesso em 28 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA