Topo
pesquisar

Alotropia

Química

PUBLICIDADE

A capacidade de um elemento químico formar duas ou mais substâncias simples diferentes é denominada de Alotropia

Exemplos:

1- O gás oxigênio (O2) e ozônio (O3) diferem um do outro na atomicidade, isto é, no número de átomos que forma a molécula.

Dizemos então que o gás oxigênio e o ozônio são as formas alotrópicas do elemento químico oxigênio. O oxigênio existe no ar atmosférico, sendo um gás indispensável à nossa respiração. O ozônio é um gás que envolve a atmosfera terrestre, protegendo-nos dos raios ultravioleta do sol.

2 - Carbono (C): Seus átomos podem se unir de várias formas diferentes formando inúmeras substâncias. O diamante e a grafite são substâncias simples formadas apenas por carbono, a grande diferença entre elas é a maneira como os átomos ficam organizados nas moléculas, ou seja, o rearranjo dos átomos. A grafite representa a forma mais estável do carbono, já o diamante, só é conseguido com pressões e temperaturas altíssimas.

3 - O fósforo vermelho e o fósforo branco são alótropos do elemento químico fósforo, que diferem entre si pela atomicidade.

OBS: ALOTROPIA refere-se somente a SUBSTÂNCIAS SIMPLES.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves De. "Alotropia"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/alotropia.htm>. Acesso em 30 de abril de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA