Topo
pesquisar

Festas em Família: os rituais de celebração da vida familiar

Psicologia

As festas em família são rituais de celebração ou comemoração e podem apresentar diferentes sentidos baseados nas tradições familiares.
PUBLICIDADE

A vida cotidiana pode ser bastante agitada. O convívio familiar envolve todos os tipos de compromissos cotidianos que são realizados, muitas vezes, sem darmos atenção. Além dos acontecimentos repetidos diariamente, a vida em família inclui ainda os momentos especiais, as comemorações, as celebrações de todos os tipos, as chamadas festas em família.

O que é uma festa?

Uma festa é um ritual, uma forma de celebração de alguma data importante ou de algum acontecimento esperado por todos. Diferentemente dos acontecimentos cotidianos, as festas são eventos mais ou menos planejados, onde o encontro é combinado e a razão é compartilhada por todos os presentes. Cada festa tem um formato específico, um arranjo dos elementos que confere significado à data comemorada. As festas de aniversário são diferentes das festas de natal e ano novo. Uma festa de casamento é diferente de uma festa de despedida ou de um encontro familiar. Por mais que as pessoas sejam as mesmas, elas sabem, pela forma como é organizada, o que esperar de cada festa.

As festas em família

Se as festas são rituais de comemoração ou celebração de uma data ou acontecimento importante, não é de se estranhar que falar em festa implica quase que instantaneamente em encontrar os familiares. Isso porque é comum que as pessoas próximas façam parte desses momentos.

As festas em família podem ser tradições sociais, como datas compartilhadas por todos na cidade, estado ou nação, em que todos comemoram pelo mesmo motivo, seja ele civil ou religioso. Além disso, cada família cria suas próprias tradições, comemorações de aniversários de nascimento e de casamento, festas temáticas etc.

É importante ressaltar as particularidades que cada família confere ao ritual. Em alguns lares, o Natal é comemorado com um jantar, em outros, com música e danças, em outros ainda, com orações e preces. O ano novo, por exemplo, pode ser comemorado em casa ou numa viagem familiar. Isso quer dizer que a simbologia da data, por mais socialmente compartilhada que seja, ganha sentidos diferenciados em cada família. Esses sentidos promovem comunicação, reflexão e memória no interior das famílias.

Quais são os tipos de festas familiares?

Alguns autores defendem que existem três tipos de reuniões familiares:

  • interações padrão - rituais que se inscrevem no quotidiano das famílias como a hora de jantar, a hora de deitar, entre outros.
  • tradições familiares - rituais únicos de cada família como reuniões e encontros familiares.
  • celebrações familiares - rituais que assinalam o passar do calendário em celebrações anuais.

É importante ressaltar que esse assunto vem sendo estudado em suas transformações. Ao longo dos anos, as festas familiares sofrem influências das pressões sociais e dos significados atribuídos externamente às festas.

Um exemplo interessante são as festas infantis. No documentário “Criança, a alma do negócio”, a professora e psicóloga Julia Marques comenta sobre as alterações na tradição das festas de aniversários infantis, dizendo que no processo de transformação, a festa infantil sofreu um processo de padronização. Antigamente, as festas infantis tinham diferenças singelas, porém significativas: o tipo de bolo, o lugar do evento (alguns em casas, outros em prédios, outros no campo) etc. Hoje, a tendência geral é que as festas infantis sejam realizadas em buffets especializados que padronizam todas as festas, com pequenas diferenças entre uma e outra. As consequências dessa transformação é que, para crianças e adultos, as diferenças entre as festas e os significados da comemoração se perdem, são transformados em comparações entre grandiosidade e preço de cada evento.

Como saber mais?

O tema das reuniões familiares é querido pelos produtores de filmes, inúmeros exemplos interessantes podem ser citados. Uns mais divertidos, outros mais dramáticos, assim como podem ser os encontros familiares. O filme “O Casamento de Rachel” (Rachel Getting Married, EUA, 2008) é um exemplo interessante de como as reuniões familiares são momentos de memória e elaboração da vida. Já para discutirmos as transformações na relação das famílias com as comemorações, a série Festinhas de Arromba, exibida pelo canal Discovery Home & Health apresenta os grandes investimentos feitos pelos pais nas festas infantis.


Juliana Spinelli Ferrari
Colaboradora Brasil Escola
Graduada em psicologia pela UNESP - Universidade Estadual Paulista
Curso de psicoterapia breve pela FUNDEB - Fundação para o Desenvolvimento de Bauru
Mestranda em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP - Universidade de São Paulo

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

LOPES, Patrícia. "Festas em Família: os rituais de celebração da vida familiar"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/psicologia/festas-familia.htm>. Acesso em 27 de marco de 2017.

O Dia dos Pais é uma data para reforçar os laços entre pais e filhos
Datas Comemorativas Dia dos Pais
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA