Topo
pesquisar

Ciúme

Psicologia

O ciúme é uma emoção provocada por uma sensação de ameaça. Ele torna-se patológico quando a desconfiança não tem fundamento, podendo levar a pessoa a cometer atos agressivos.
PUBLICIDADE

Provocado por uma sensação de ameaça, o ciúme, de modo geral, é uma das emoções mais experimentadas pelos seres humanos. Este é visto, para alguns autores, como reação de adaptação frente a ameaças de abandono e infidelidade. Outras definições podem ser dadas como existência de um “outro” real ou imaginário.

O ciúme envolve três ou mais pessoas, o sujeito ativo do ciúme, aquele que o sente; o sujeito passivo, aquele por quem se sente o ciúme; e as pessoas que são a causa do ciúme. É visto pela população como o tempero da relação amorosa, um sentimento voltado para o(a) companheiro(a), uma vez que aquele que ama, cuida, zela, acolhe e respeita. Porém, se examinado minuciosamente, o ciúme é percebido como um sentimento voltado para a própria pessoa que teme a perda do outro.

O ciúme se torna patológico quando a desconfiança não tem fundamento, e pode levar a pessoa a praticar atos de agressividade, homicídios. Este tipo de ciúme se caracteriza por controle total do companheiro, preocupação exagerada, ideias obsessivas. Este é um temor que compromete a relação, pois aí existe um medo irracional de perder a pessoa amada.
 

Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Psicologia - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

LOPES, Patrícia. "Ciúme"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/psicologia/ciume.htm>. Acesso em 29 de abril de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA