Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é óxido básico?

O que é Química?

O que é óxido básico? Trata-se de uma substância binária formada pela ligação química entre o oxigênio e alguns metais.
PUBLICIDADE

Os óxidos básicos são compostos binários (formados por apenas dois elementos químicos) que apresentam o oxigênio com NOX igual a -2 ligado a um metal* com NOX igual a +1, +2 ou +3 ou ainda a alguns semimetais.

*OBS.: O metal deve pertencer às famílias dos alcalinos, alcalinoterrosos, do Boro ou ser algum elemento de transição.

Os elementos químicos que podem apresentar NOX +1, +2 ou + 3 que não formam óxidos básicos são:

  • Zinco (Zn)

  • Crômio (Cr): apenas de NOX +3

  • Ferro (Fe): apenas de NOX +3

  • Chumbo II (Pb): apenas de NOX +2

  • Alumínio (Al)

  • Estanho (Sn)

  • Arsênio (As)

  • Berílio (Be)

  • Antimônio (Sb)

  • Manganês (Mn): apenas de NOX +3

  • Bismuto (Bi)

  • Nomenclatura

A regra de nomenclatura aplicada aos óxidos básicos é a seguinte:

Óxido + de + nome do elemento

OBS.: Caso o metal não pertença à família dos alcalinos, alcalinoterrosos ou do Boro, devemos indicar o NOX do elemento por meio de um algarismo romano no final do nome.

Veja alguns exemplos:

  • CaO

Esse óxido apresenta o elemento cálcio, que pertence à família dos alcalinoterrosos. Isso indica que não precisamos indicar o NOX no nome. Assim, o nome desse óxido é:

Óxido de cálcio

  • FeO

Esse óxido apresenta o elemento ferro, que não pertence às famílias dos alcalinos, alcalinoterrosos e do Boro. Assim, devemos indicar o número de oxidação no nome do óxido.

Como não há nenhum índice (número) na fórmula, isso indica que a carga do ferro apresenta o mesmo número da carga do oxigênio (-2), mas com sinal contrário. Logo, seu NOX é +2. Por isso, o nome desse óxido é:

Óxido de ferro II

  • Ag2O

Esse óxido apresenta o elemento prata, que é um elemento de transição, mas, de acordo com a regra IUPAC, não necessita de indicação do seu número de oxidação no nome do óxido. Assim, o nome desse óxido é:

Óxido de prata

  • K2O

Esse óxido apresenta o elemento potássio, que pertence à família dos alcalinos, o que nos impede de escrever qualquer algarismo romano no nome. Assim, o nome desse óxido é:

Óxido de potássio

  • Au2O

Esse óxido apresenta o elemento ouro, que não pertence às famílias dos alcalinos, alcalinoterrosos e do Boro. Por essa razão, devemos indicar o número de oxidação desse elemento no nome do óxido.

Como temos o índice 2 no metal, que provém do cruzamento da carga do oxigênio, automaticamente o índice 1 que está na frente do oxigênio provém do cruzamento do metal. Por isso, seu NOX é +1. Assim, o nome desse óxido é:

Óxido de ouro I

  • Ga2O3

Esse óxido apresenta o elemento gálio, que pertence à família do Boro. Isso indica que não devemos escrever seu número de oxidação no nome. Assim, o nome desse óxido é:

Óxido de gálio

Características dos óxidos básicos

Como os óxidos básicos apresentam metais e o oxigênio na sua constituição, são denominados de compostos iônicos, ou seja, são formados por ligações iônicas. Como apresentam esse tipo de ligação química, possuem as seguintes características:

  • São sólidos em temperatura ambiente;

  • Apresentam elevados pontos de fusão e de ebulição;

  • Somente os que apresentam metais alcalinos e alcalinoterrosos possuem boa solubilidade em água.

  • Propriedade química, isto é, podem transformar-se em outras substâncias de acordo com o reagente com o qual forem misturados. Veja dois exemplos:

1º) Exemplo: Quando são misturados com a água, sofrem reação química e formam uma base inorgânica, como descrito na equação abaixo:

MeO + H2O → MeOH

Veja a reação entre o óxido de bismuto III e a água:

Bi2O3 + 3 H2O → 2 Bi(OH)3

O Bismuto (de carga +3) interage com a hidroxila (de carga -1), formando o hidróxido de bismuto III [Bi(OH)3], que possui o índice 3 por causa do cruzamento de cargas. Como temos 2 bismutos no reagente, é necessário colocar o coeficiente 2 na base (hidróxido de bismuto) e o coeficiente 3 no H2O para igualar a quantidade de hidrogênios e oxigênios nos reagentes e produto.

2º) Exemplo: Quando esse tipo de óxido é misturado com um ácido, sofre uma reação química, formando um sal inorgânico e água, como descrito na equação abaixo:

MeO + HX → MeX + H2O

Veja a reação entre o óxido de cálcio e o ácido clorídrico:

CaO + 2 HCl → CaCl2 + H2O

O cálcio (cátion que apresenta NOX +2) interage com o cloro (ânion que apresenta NOX -1), formando o sal CaCl2 (o índice 2 resulta do cruzamento de cargas) e água. Como temos dois cloros e dois hidrogênios no produto, é necessário colocar o coeficiente 2 no HCl do reagente.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que é óxido básico?"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-oxido-basico.htm>. Acesso em 27 de junho de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA