Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é aldeído?

O que é Química?

O que é aldeído? Trata-se de uma função oxigenada em que todos os seus compostos apresentam o grupo carbonila (C=O) posicionado na extremidade da cadeia.
Inseticidas podem ser produzidos a partir de aldeídos
Inseticidas podem ser produzidos a partir de aldeídos
PUBLICIDADE

Aldeído é uma função orgânica que apresenta como principal característica a presença do grupo carbonila (C=O) na extremidade da cadeia carbônica. Abaixo segue a representação da carbonila na extremidade de uma cadeia:

Carbonila na extremidade de uma cadeia indicando função orgânica aldeído

Carbonila na extremidade de uma cadeia indicando função orgânica aldeído

Sempre que a carbonila estiver localizada na extremidade de uma cadeia carbônica, ela possuirá um átomo de hidrogênio ligado diretamente a ela. O grupo R ligado ao carbono pode ser um hidrogênio ou qualquer radical. Assim, o menor aldeído existente apresenta apenas um único átomo de carbono:

Fórmula estrutural do menor aldeído
Fórmula estrutural do menor aldeído

Existe ainda a possibilidade de um aldeído apresentar mais de uma carbonila na cadeia:

Fórmula estrutural de um aldeído que apresenta dua carbonilas
Fórmula estrutural de um aldeído que apresenta dua carbonilas

Vamos conhecer agora a nomenclatura, as características e aplicações dos aldeídos:

a) Nomenclatura IUPAC

A regra de nomenclatura estabelecida pela IUPAC para um aldeído é:

Prefixo (indicativo do número de carbonos) + infixo do tipo de ligações + al

Acompanhe alguns exemplos de aplicação da regra de nomenclatura para um aldeído:

Exemplo 1: Propanal

Fórmula estrutural do Propanal
Fórmula estrutural do Propanal

Temos um aldeído de cadeia saturada (somente ligações simples) e normal (sem ramificações). Assim, para nomeá-lo, basta seguir a sequência prefixo, infixo e sufixo (al). Ele apresenta três carbonos (prefixo prop) e ligações simples (infixo an). Seu nome é, portanto:

Propanal

Exemplo 2: 2-metil Butanal

Fórmula estrutural do 2-metil Butanal
Fórmula estrutural do 2-metil Butanal

Temos aqui um aldeído ramificado e saturado (possui só ligações simples), por isso, devemos localizar a cadeia principal, que deve apresentar o carbono da carbonila e o maior número de carbonos. A cadeia principal é a sequência na horizontal de carbonos. Por fim, numeramos a cadeia a partir do carbono da carbonila:

Numeração da cadeia principal do 2-metil Butanal
Numeração da cadeia principal do 2-metil Butanal

Para nomear esse aldeído, levamos em consideração que, no carbono 2, temos a presença de um radical metil (CH3-) e que a cadeia principal apresenta quatro carbonos (prefixo but) e apenas ligações simples (infixo an). Seu nome é, portanto:

2-metil Butanal

Exemplo 3: 3-etil-hex-4-enal

Fórmula estrutural do 3-etil-hex-4-enal
Fórmula estrutural do 3-etil-hex-4-enal

Temos aqui um aldeído ramificado e insaturado (possui uma ligação dupla), por isso, devemos localizar a cadeia principal, que deve apresentar o carbono da carbonila e os carbonos da dupla. A cadeia principal, nesse caso, será a sequência na horizontal de carbonos. Por fim, numeramos a cadeia a partir do carbono da carbonila:

Numeração da cadeia principal do 3-etil-hex-4-enal
Numeração da cadeia principal do 3-etil-hex-4-enal

Para nomear esse aldeído, levamos em consideração que, no carbono 3, temos a presença de um radical etil (CH3-CH2) e que a cadeia principal apresenta seis carbonos (prefixo hex) e uma ligação dupla (infixo em), localizada no carbono 4. Seu nome é, portanto:

3-etil-hex-4-enal

b) Características dos aldeídos

As principais características dos aldeídos são:

  • São substâncias extremamente reativas;

  • Apresentam densidade menor que a da água;

  • O estado físico (sólido, líquido ou gasoso) depende da quantidade de carbonos no aldeído. Aldeídos que possuem até dois carbonos, por exemplo, são gases;

  • Em sua maioria, apresentam odores agradáveis;

  • Suas moléculas são polares;

  • Apresentam fácil combustibilidade (queimam facilmente).

c) Aplicações dos aldeídos

  • Produção de perfumes

  • Produção de plásticos

  • Indústria farmacêutica

  • Indústria alimentícia

  • Como solvente industrial

  • Produção de espelhos

  • Produção de desinfetantes

  • Produção de resinas

  • Produção de inseticidas


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que é aldeído?"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-aldeido.htm>. Acesso em 23 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA