Topo
pesquisar

Gregório de Matos Guerra

Literatura

PUBLICIDADE

Gregório de Matos Guerra

 

Gregório de Matos Guerra nasceu em 1633, em Salvador (BA), a qual era, naquele ano, a capital do Brasil e é tido como o primeiro poeta brasileiro. Estudou primeiramente no Colégio dos Jesuítas e se formou em Direito pela Universidade de Coimbra, cidade onde exerceu sua profissão durante alguns anos. Porém, foi obrigado a retornar à sua terra natal quando começou a ser perseguido por suas sátiras. Foi convidado a trabalhar na Companhia de Jesus, liderada pelos jesuítas, os quais apregoavam o evangelho através da literatura e teatro com temática bíblica. Nesta companhia, Gregório se tornou o tesoureiro, mas por suas sátiras ao governo foi exilado em Angola. Retornou ao Brasil por volta de 1695, porém, sob algumas condições: estava proibido de retornar ao estado da Bahia e de publicar suas sátiras. Faleceu por volta de 1696, em Recife (PE).
Por causa de sua crítica ferina e debochada da sociedade da época através de suas sátiras, Gregório foi apelidado de “Boca do Inferno”, porém, era conhecido também por suas poesias líricas e as envolvendo conteúdo religioso, bíblico. É assim nas poesias “Reprovações” e “A Cristo S.N. crucificado estando o poeta na última hora de sua vida”, respectivamente.

A Cristo S. N. crucificado
estando o poeta na última hora de sua vida

Meu Deus, que estais pendente de uma madeiro,
Em cuja lei protesto de viver,
Em cuja santa lei hei de morrer
Animoso, constante, firme e inteiro:

Neste lance, por ser o derradeiro,
Pois vejo a minha vida anoitecer,
É, meu Jesus, a hora de se ver
A brandura de um Pai, manso cordeiro.

Mui grande é vosso amor e o meu delito;
Porém pode ter fim todo o pecar,
E não o vosso amor, que é infinito

Esta razão me obriga a confiar,
Que, por mais que pequei, neste conflito
Espero em vosso amor de me salvar.

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Barroco

De onde vem a palavra "barroco", as principais características e autores!

Literatura -- Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

VILARINHO, Sabrina. "Gregório de Matos Guerra"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/literatura/gregorio-matos-guerra.htm>. Acesso em 29 de agosto de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA