Topo
pesquisar

Esportes japoneses praticados no Brasil

Japão

PUBLICIDADE

Gatebol


Esporte que surgiu em Hokkaido no ano de 1947, um jogo de tacos que ingressou no Brasil a partir da década de 70, a maioria dos praticantes são idosos, porém, recentemente jovens estão praticando.

Beisebol


De acordo com alguns relatos, os primeiros imigrantes que vieram no navio Kasato Maru, em 1908, transportaram em suas bagagens equipamentos especializados para a prática do esporte, mais tarde, em 1916, foi formada a primeira equipe no Brasil.

Judô


É um esporte que se enquadra como uma arte marcial que surgiu a partir o jiu-jitsu e foi adaptado pelo mestre Jigoro Kano, esse tinha como filosofia que à atividade física deveria ser somada a educação intelectual e moral.

Kendô


Esporte praticado com espada, oriundo da milenar esgrima japonesa que anteriormente era executado por samurais, chegou ao Brasil na década de 70.

Aikidô


É uma arte marcial com origem no Japão, nos anos 20, pelo mestre Morihei Ueshiba, conhecido também por Ô-Sensei. Esse esporte é especializado em torções superiores com mãos e dedos, além de desequilíbrios.

Sumô


O Sumô é uma arte marcial de origem japonesa que chegou ao Brasil a partir de imigrantes nos primeiros anos do século XX, porém, o primeiro campeonato disputado no Brasil aconteceu em 1914, no interior de São Paulo. No ano de 1962 foi criada a Federação Paulista de Sumô e somente em 1998 a Federação Brasileira de Sumô.

Karate


É uma arte marcial japonesa que surgiu a partir do kenpõ chinês, é um esporte especializado em golpes como pontapés e socos. O karate chegou ao Brasil nos anos 50 por meio da colônia japonesa em São Paulo e depois o esporte se dispersou por todos os estados.

Por Eduardo de Freitas
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo De. "Esportes japoneses praticados no Brasil "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/japao/esportes-japoneses-praticados-no-brasil.htm>. Acesso em 26 de julho de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA