Topo
pesquisar

Venezuela

História da América

PUBLICIDADE

Até 1498 a região era habitada por índios caraíbas e arauaques, quando Cristóvão Colombo chegou à região. Os espanhóis passaram a explorar a colônia a partir do século XVIII, fazendo a utilização de mão-de-obra escrava africana para plantar cacau e café. A independência foi obtida em 1819 sob a liderança de Simon Bolívar.

Passou a fazer parte da Grã-Colômbia ( Equador, Panamá, Venezuela e Colômbia). Sua retirada da federação se deu em 1830. Após o governo do general José Antônio Paez, quase um século de ditadura, guerras civis e disputas nas fronteiras. A descoberta das grandes jazidas de petróleo se deu no inicio do século XX. As primeiras eleições presidenciais se deu apenas após a construção de 1947.

A legalização dos partidos de esquerda e a pacificação da nação após dez anos de guerrilhas, foram feitos do então presidente eleito em 1969, Rafael Caldera. No fim da década de 80, tiveram grandes levantes populares, derivados da corrupção no governo e pelas medidas adotadas para combater a crise econômica. Um grupo de militares tentou derrubar o presidente Andrés Pérez em 1992, mas fracassaram.

Aproximadamente mil militares foram presos incluindo o coronel Hugo Chávez (fundador do movimento nacionalista). Em 1993 Pérez foi afastado devido a acusações sobre o desvio de 17 milhões do governo. No ano de 1998, Hugo Chávez anistiado, foi eleito presidente, as medidas apresentadas por chávez conquistaram o apoio da população mais pobre, no entanto desagradaram os empresários.

A partir de 2001 Hugo Chávez começou a perder apoio político dentro do país. Em 2002 foi iniciada uma greve geral. Já no dia 12, golpistas nomearam o representante dos empresários, Pedro Carmona, novo presidente. Milhares de partidários de chávez saídos dos bairros populares tomaram o centro da capital. Comandantes se rebelaram e pressionaram Carmona, que abandonou o palácio.

Com isso Chávez retomou seu posto em 14 de abril. Após isso surgiram vários conflitos, um principio de guerra civil, o que desestabilizou a economia venezuelana, e que afetou diretamente os EUA tendo em vista que é o principal importador do petróleo do país. Isso fez com que os EUA pressionassem oposição venezuelana para que fizesse um acordo com Chávez.

Em 2003 decidiram fazer uma votação popular para definir se o presidente continuaria ou não no poder, após uma serie de discussão entre o governo e oposição, 15 de agosto de 2004 foi realizado o referendo. Que manteve Chávez no poder com 59% dos votos.

Por Eliene Percília

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA