Topo
pesquisar

História do Chile

História da América

O Chile foi originalmente ocupado por vários povos indígenas, foram colonizados pelos espanhóis e sofreram com uma ditadura no século XX.
A bandeira do Chile foi adotada em 1817 durante o processo de independência do país
A bandeira do Chile foi adotada em 1817 durante o processo de independência do país
PUBLICIDADE

Chile na Antiguidade

Segundo os historiadores e arqueólogos, os primeiros grupos humanos estabeleceram-se no Chile de 10 mil a 15 mil anos atrás. Naturalmente, em princípio, os grupos humanos na região do Chile eram nômades que foram sedentarizando-se à medida que seu estilo de vida sofisticou-se e adaptou-se às mudanças climáticas que aconteceram naquela região.

O território chileno foi ocupado por uma série de povos pré-colombianos, dos quais se destacaram os atacamenhos, aimarás, onawos, changos etc. Na ilha de Páscoa, localizada no meio do Oceano Pacífico, desenvolveu-se uma civilização polinésia conhecida como rapa nui, que foi responsável por uma construção muito famosa, os moais.

A cultura pré-colombiana mais conhecida do Chile é a de um povo oriundo da cultura dos araucanos: os mapuches. Estes formaram o maior povo indígena da região do Chile e, além disso, ficaram notabilizados por resistirem ao domínio dos incas e, depois, ao domínio dos espanhóis a partir do século XVI.

A partir do século XV, os incas procuraram expandir seus domínios para a região que corresponde ao território chileno. O avanço dos incas na região ocorreu por toda a parte norte e central do Chile, mas foi interrompido na região do Rio Maule. Ao sul do Rio Maule, iniciava-se o domínio dos mapuches, que resistiram e barraram o avanço dos incas.


Bandeira dos povos mapuches, o principal povo indígena presente no território chileno

A resistência dos mapuches à presença de povos estrangeiros permaneceu com a chegada dos espanhóis na região durante o século XVI. Os primeiros espanhóis de que se têm registro passaram pela região em 1520, e os primeiros conflitos aconteceram em 1536, com os mapuches lutando contra os membros da expedição de Diego de Almagro.

O estabelecimento dos espanhóis aconteceu a partir de 1540, quando a cidade de Santiago foi fundada pelos espanhóis. Isso causou inúmeros conflitos entre espanhóis e mapuches ao longo da colonização espanhola. Os mapuches nunca foram de fato assimilados pelos espanhóis, e esse conflito de longa duração ficou conhecido como Guerra de Arauco. Os mapuches só foram conquistados de fato durante o século XIX, quando o Chile era uma nação independente.

Chile como nação independente

A colonização espanhola ocorreu por meio da criação da Capitania Geral do Chile, e a independência chilena somente foi conquistada após anos de guerra. A declaração de independência do Chile ocorreu no dia 12 de fevereiro de 1818, e os grandes nomes do processo de independência chilena foram José de San Martín e Bernardo O’Higgins.

A história do Chile ao longo do século XIX foi caracterizada por disputas políticas e governos instáveis, como aconteceu em grande parte das nações sul-americanas que haviam conquistado a sua independência no período. No século XIX, o evento mais marcante da história chilena foi o seu envolvimento em um conflito contra Peru e Bolívia conhecido como Guerra do Pacífico (1879-1883).

A Guerra do Pacífico aconteceu por causa de desentendimentos existentes entre o governo boliviano e empresas chilenas que estavam estabelecidas na região de Antofagasta. A região administrativa de Antofagasta pertencia à Bolívia no século XIX, e acordos econômicos realizados entre o Chile e a Bolívia haviam permitido que indústrias chilenas se estabelecessem na região.

No entanto, o crescimento das indústrias chilenas na extração de salitre fez com que o governo boliviano aumentasse as cobranças das taxas sobre as companhias chilenas. O desentendimento que surgiu dessa questão causou uma crise diplomática entre as duas nações, o que resultou no início de um conflito armado a partir de 1879.

A declaração de guerra dos bolivianos aconteceu em 1º de março de 1879. Tropas chilenas foram enviadas para a cidade de Calama, na região de Antofagasta (território boliviano). Os bolivianos acionaram um acordo de cooperação e defesa mútua que existia entre Bolívia e Peru e, por isso, o Chile também declarou guerra ao Peru em 1879.

Durante os anos de confronto, o exército chileno, mais bem preparado, conseguiu conquistar as províncias de Antofagasta (território boliviano), Arica e Tacna (território peruano). Ainda como desdobramento desse conflito, o exército chileno atacou e invadiu a cidade de Lima, capital do Peru. Assim, em 1883, Peru e Bolívia renderam-se, e o Chile saiu vitorioso da Guerra do Pacífico.

Como desdobramento desse conflito, o Chile conseguiu expandir seu território com as novas regiões conquistadas, que eram ricas em nitrato e cobre (o cobre é até hoje o produto mais importante da economia chilena). A Bolívia perdeu de maneira definitiva sua saída para o mar após Antofagasta ser conquistada pelos chilenos. Em negociações posteriores, o Chile negociou a devolução de Arica ao Peru.

As relações do Chile com a Bolívia desde então são tensas, sobretudo pelo fato de a Bolívia ter perdido seu acesso marítimo. A Bolívia, inclusive, adicionou à sua Constituição que a recuperação de uma saída para o mar é um objetivo de interesse nacional que deve ser realizado de maneira pacífica. Atualmente, existe um processo sendo tramitado entre as duas nações no Tribunal Internacional de Haia.

Ditadura militar chilena


O presidente Salvador Allende foi alvo de um golpe militar no dia 11 de setembro de 1973*

Em 1970, o candidato socialista Salvador Allende foi eleito presidente do Chile após receber 36,6% dos votos. A candidatura de Salvador Allende aconteceu a partir da formação de uma coalizão dos partidos de Esquerda do Chile que ficou conhecida como Unidade Popular. O projeto de Allende para o Chile foi denominado por Allende como “via chilena para o socialismo”, no qual seria realizada uma transição gradual e democrática da economia do Chile para um modelo socializante.

O projeto de Allende para a economia, no entanto, desagradou a forças políticas e econômicas do Chile que se alinhavam com os interesses de grupos internacionais. A partir daí, iniciou-se uma forte crise política e econômica no Chile, resultante da oposição dada às mudanças implantadas por Allende. Assim, a economia do Chile foi sufocada a partir de embargos econômicos e pressões realizadas pelos Estados Unidos para reduzir o valor do cobre no mercado internacional.

Politicamente, conspirações e atos de sabotagem contra o governo de Allende passaram a ser organizados e resultaram na formação de uma Junta Militar, que se organizou e, a partir de um golpe militar realizado em 11 de setembro de 1973, tomou o poder do Chile. Durante o ataque ao palácio presidencial La Moneda, o presidente Salvador Allende cometeu suicídio.

Durante os anos da ditadura militar, o Chile foi governado por Augusto Pinochet, que colocou em prática um dos regimes militares mais violentos da América do Sul. O regime foi responsável direto pela morte de cerca de três mil pessoas e pela tortura de aproximadamente 40 mil pessoas. Durante esse período, alguns locais, como o Estádio Nacional de Santiago, foram utilizados para prisão e tortura dos opositores políticos do regime militar.

A ditadura militar chilena estendeu-se até 1990, quando, em um plebiscito, a população chilena optou pelo fim do governo militar no país. Logo em seguida, eleições presidenciais escolheram Patricio Aylwin como presidente chileno. O ditador chileno nunca foi responsabilizado pelos crimes que cometeu durante os anos da ditadura.

*Créditos da imagem: Boris15 e Shutterstock

 

Por Daniel Neves
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "História do Chile"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/historia-chile.htm>. Acesso em 20 de fevereiro de 2018.

A ditadura de Pinochet e o assassinato de Allende são capítulos trágicos da história chilena
História da América Ditadura chilena
Erupção do vulcão Puyehue
Geografia Vulcão do Chile
Machu Picchu é atualmente um dos grandes símbolos da civilização inca
História da América Incas
História da América Povos Pré-Colombianos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA