Topo
pesquisar

História da língua portuguesa no mundo

Gramática

Oito países em quatro continentes diferentes adotaram a língua portuguesa como idioma oficial, o que faz do português a oitava língua mais falada em todo o mundo.
Brasil e Portugal são os principais representantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a CPLP
Brasil e Portugal são os principais representantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a CPLP
PUBLICIDADE

 Você conhece a história da língua portuguesa no mundo?

É certo que você já percebeu que o Brasil é o único país no continente americano a ter o português como língua oficial. Estamos linguisticamente isolados, e até mesmo nossos países vizinhos, em razão do processo colonizador, falam idiomas diferentes do nosso. A segunda língua mais falada por essas bandas da América do Sul é o espanhol.

Somos os únicos por aqui, mas não estamos sozinhos. Além de Portugal (responsável pela colonização do Brasil), país do qual herdamos não só o idioma, mas também outros aspectos culturais, outros países pelo mundo adotaram a língua portuguesa como idioma oficial. Ao todo, nove países fazem parte do chamado mundo lusófono, adjetivo que classifica os países que têm o português como língua oficial ou dominante. Veja só quais são eles:


Brasil, Portugal, Angola, Timor-Leste, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Guiné Equatorial: países linguisticamente unidos.

  • Angola = 10,9 milhões de habitantes
  • Brasil = 185 milhões de habitantes
  • Cabo Verde = 415 mil habitantes
  • Guiné-Bissau = 1,4 milhão de habitantes
  • Moçambique = 18,8 milhões de habitantes
  • Portugal = 10,5 milhões de habitantes
  • São Tomé e Príncipe = 182 mil habitantes
  • Timor Leste = 800 mil habitantes
  • Guiné Equatorial = 100 mil habitantes

Somos aproximadamente 230 milhões de falantes da língua portuguesa espalhados em nove países de quatro continentes diferentes! A língua portuguesa, apesar de estar presente em um vasto território, abrange uma área descontínua, fator que provoca diferenças consideráveis na gramática, pronúncia e vocabulário de nosso idioma. Por esse motivo, para preservar a unidade linguística nos países lusófonos, recentemente foi criado o Novo Acordo Ortográfico, que unificou a grafia das palavras da língua portuguesa. Tal medida visa facilitar a circulação das publicações no idioma e promover a coesão entre as variedades linguísticas. Unificar a grafia não traz nenhum prejuízo à língua falada, já que cada país apresenta uma rica e diversa cultura que influencia nos falares de seus habitantes. Até mesmo no Brasil, com suas dimensões continentais, não existe padronização na modalidade oral, cada região tem sua própria história e um vocabulário específico, chamado de socioleto.

Com a intenção de aumentar a cooperação e o intercâmbio cultural entre os países lusófonos, foi criada, em 1996, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que reúne todos os países de língua oficial portuguesa. Dentro dessa comunidade, o Brasil figura como principal representante, uma vez que somos o país com o maior número de falantes da língua. Isso significa que, graças à representatividade de nosso país dentro da CPLP e perante a comunidade internacional, devemos zelar por nosso idioma e promover sua divulgação. 


Por Luana Castro
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PEREZ, Luana Castro Alves. "História da língua portuguesa no mundo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/historia-lingua-portuguesa-no-mundo.htm>. Acesso em 24 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA