Topo
pesquisar

Formação do modo imperativo

Gramática

Integrando a formação do modo imperativo estão o presente do indicativo e o presente do subjuntivo.
PUBLICIDADE

Longe de se tornar um estigma, mesmo porque seria indelicado de nossa parte fazer tal afronta ao nosso idioma, o emprego dos tempos e modos verbais por vezes se concebe como algo complexo, mas não incompreensível.

Tal concepção resulta das muitas peculiaridades que se atribuem aos verbos, sobretudo os irregulares. E, por assim dizer, o modo imperativo, apesar de se constituir de apenas duas formas (negativa e afirmativa) não fica aquém de tais acontecimentos. Dessa forma, em face dessa realidade, ocupemo-nos em compreender acerca da forma como se dá a formação do modo imperativo, alvo de alguns questionamentos por parte de muitos usuários do sistema linguístico. Para tanto, subsidiar-nos-emos no verbo “pular”, constituído, basicamente, das pessoas do presente do indicativo e do presente do subjuntivo. Vejamo-lo, portanto:

O imperativo do verbo “pular” se dá mediante o presente do indicativo e o presente do subjuntivo
O imperativo do verbo “pular” se dá mediante o presente do indicativo e o presente do subjuntivo


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria Do Nascimento. "Formação do modo imperativo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/formacao-modo-imperativo.htm>. Acesso em 02 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA