Topo
pesquisar

As particularidades do objeto direto

Gramática

As regras do objeto direto
As regras do objeto direto
PUBLICIDADE

Ao descrevermos sobre o termo “particularidade”, associamo-lo às inúmeras regras concernentes à linguagem padrão. E nós, como falantes/ouvintes natos devemos incorporá-las à nossa competência linguística de maneira efetiva.

Dessa forma, quando nos referimos ao objeto direto, sabemos que este caracteriza-se por complementar o sentido de um verbo transitivo direto. Conforme demonstra o exemplo em evidência:

A empresa produziu artigos novos.

O objeto direto é representado pelo termo em evidência – “artigos novos”.

Tal fato linguístico traz em si uma característica de total relevância – ser expresso sem a presença obrigatória da preposição, ocorrência que o distingue do objeto indireto.

Entretanto, o mesmo possui algumas particularidades em que, em alguns casos específicos, aparece antecedido de preposições. Neste caso, ele denomina-se “objeto direto preposicionado”.

Eis alguns casos em que ele ocorre:

# Para evitar ambiguidade, conferindo maior clareza ao enunciado:

Agradeceram ao diretor os funcionários.

# Quando o objeto direto é representado por pronomes oblíquos tônicos (mim, ti, si, ele, elas, nós, vós):

A convidada cumprimentou a mim, não a ela.

# Quando o objeto direto é representado pelo pronome quem, com antecedente expresso:

Aquele é o aluno a quem fiz referência.

#Quando o objeto direto indica partitividade (parte de um todo):

Meus amigos beberam do meu vinho.

# Quando o objeto direto é representado por substantivo próprio ou substantivo comum designativo de pessoa:

Admiro muito a você por sua personalidade forte.

# Quando o objeto direto é representado por um pronome indefinido designativo de pessoa:

Ela não conseguiu convencer a ninguém com seus argumentos falhos.


# Quando se deseja enfatizar o objeto direto ou atribuir mais elegância ao enunciado:

Cumprimos com o que nos foi designado.

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "As particularidades do objeto direto "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/gramatica/as-particularidades-objeto-direto.htm>. Acesso em 22 de novembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA