Topo
pesquisar

Dobramentos modernos

Geografia

Os dobramentos modernos fazem parte da composição das estruturas geológicas da Terra.
Cordilheira dos Andes, um exemplo de dobramento moderno
Cordilheira dos Andes, um exemplo de dobramento moderno
PUBLICIDADE

Os dobramentos modernos – também chamados de dobramentos terciários ou cadeias orogênicas – são um tipo de província ou estrutura geológica que, como o nome indica, possui uma formação recente. Esses dobramentos consistem basicamente nas grandes cadeias de montanhas existentes no planeta, como a Cordilheira dos Andes, na América do Sul; os Alpes, na Europa; as Rochosas, na América do Norte; a Cordilheira do Himalaia, na Ásia; entre outros casos.

A formação dos dobramentos modernos ocorreu graças aos movimentos orogenéticos da crosta terrestre, que são caracterizados pelo choque entre duas placas tectônicas, sendo geologicamente rápidos e formando áreas instáveis. O início da formação das principais cadeias de montanhas da Terra não ocorreu antes de 250 milhões de anos atrás, durante o período terciário.

Por serem áreas de formação geologicamente recente, os dobramentos modernos ainda estão passando por um lento processo de erosão, haja vista que não houve muito tempo para que os agentes externos ou exógenos pudessem atuar no sentido de modelar as suas formas. No caso dos dobramentos antigos, por exemplo, esse processo já ocorreu, o que deu origem a inúmeras áreas de planalto e contribuiu também para a origem das bacias sedimentares.

Confira a seguir um esquema explicativo da formação dos dobramentos modernos:

Esquema explicativo da formação dos dobramentos modernos
Esquema explicativo da formação dos dobramentos modernos

Por se constituírem em áreas posicionadas no encontro entre duas placas tectônicas, os dobramentos modernos costumam estar acompanhados de falhas geológicas e apresentam ocorrências de vulcanismos intensos e fortes terremotos. As rochas predominantes nessas áreas são as ígneas e as metamórficas, haja vista que as rochas sedimentares são recorrentes em áreas mais antigas.

Os dobramentos modernos são, portanto, um exemplo de como o relevo terrestre é um componente dinâmico, que está em constante transformação. Hoje essas cadeias montanhosas representam as maiores altitudes do mundo, mas daqui a alguns milhões de anos, elas serão mais baixas e poderão até se transformar em vales ou áreas mais planas.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Dobramentos modernos"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/dobramentos-modernos.htm>. Acesso em 23 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA