Topo
pesquisar

Desertos

Geografia

Os desertos são regiões que recebem pouca precipitação pluviométrica, sendo assim, são bastante áridos.
PUBLICIDADE

Os desertos são formas de paisagem que recebem pouca precipitação pluviométrica. Para uma região ser enquadrada como deserto, é preciso que ela receba menos de 250 mm (10 polegadas) de chuva por ano, além de se observar também, o seu nível de evapotranspiração, isto é, a combinação de perda de água por evaporação atmosférica da água do solo juntamente com a perda em forma de vapor.

Devido ao fato de serem bastante áridos, são poucas as espécies de vida que conseguem se desenvolver nos desertos, ainda mais se compararmos essas paisagens com outras regiões mais úmidas. A fauna é predominantemente formada por roedores, répteis e insetos. Tanto animais como plantas apresentam eficientes adaptações às condições dos desertos; alguns animais precisam de quantidades mínimas de água.

Como dito anteriormente, basicamente, essas regiões são classificadas em áridas, quando apresentam menos de 250 milímetros de chuva por ano; e extremamente áridas, quando possuem, pelo menos, 12 meses consecutivos sem chuva. Existem diferentes tipos de desertos, como os desertos polares, cobertos por neve e que possuem precipitação anual inferior a 250 mm.

Para se ter uma idéia, tecnicamente, o maior deserto do mundo não é o Deserto do Saara, mas sim, a Antártica. Alguns desertos são bem propícios à extração de minerais, como o cobre, nos desertos dos EUA, Chile, Peru e Irã; ferro, chumbo e zinco na Austrália, etc. Embora no Brasil não exista grandes desertos, existem indícios que mostram que esse tipo de paisagem era encontrado em grande escala na Bahia há milhões de anos atrás.

A desertização deu origem ao deserto do Saara e a outras paisagens inóspitas da Terra
Geografia Desertização
Paisagem do deserto do Atacama, o lugar mais seco da Terra
Geografia Deserto do Atacama
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA