Topo
pesquisar

Consumo de água no mundo

Geografia

O aumento do consumo de água no mundo ao longo dos últimos tempos representa uma contradição em razão do igual aumento do número de pessoas sem fácil acesso a esse recurso.
O mundo vem consumindo cada vez mais água doce
O mundo vem consumindo cada vez mais água doce
PUBLICIDADE

A água, além de ser um importante e vital elemento da natureza, é um recurso natural de caráter eminentemente estratégico, sendo apontado por muitos como o grande pivô das principais disputas geopolíticas do século XXI em detrimento do petróleo. Para entender melhor a questão da importância desse elemento, vamos acompanhar como ocorre o consumo de água no mundo com vistas a comparar esse consumo com as reservas disponíveis.

Em linhas gerais, o consumo de água aumentou de forma considerável em todo o planeta ao longo do tempo. Em 1900, o mundo consumia cerca de 580 km³ de água; já em 1950, esse consumo elevou-se para 1400 km³, passando para 4000 km³ em 2000. Segundo previsões da ONU, é provável que em 2025 o nível de consumo eleve-se para 5200 km³. A despeito dessa elevação da utilização da água, registra-se também o aumento do número de pessoas sem fácil acesso à água potável, totalizando 1,1 bilhão em todo o planeta a sofrer com esse problema.

Gráfico com o consumo mundial de água
Gráfico com o consumo mundial de água

Além da utilização exagerada na área doméstica e no plano individual, soma-se o intensivo consumo de água nas atividades econômicas, notadamente a agricultura e a indústria, isso sem contar o grande volume desperdiçado. Não por acaso, a maior parte do consumo mundial de água acontece nos países desenvolvidos. Os emergentes ou subdesenvolvidos consomem em menor quantidade em razão do menor acesso à água e da menor intensidade das práticas econômicas. Segundo a ONU, o consumo dos países centrais é seis vezes maior do que o consumo dos países periféricos.

A questão da falta d'água é um problema dramático para muitas localidades do globo. Em algumas regiões da Índia, vive-se o problema da escassez hídrica física, ou seja, quando o consumo da população é maior do que o ritmo de renovação das reservas de água pelo ciclo hidrológico.

Em alguns países da África, há o problema da escassez hídrica econômica, que é quando o acesso à água é restrito não pela falta de reservas, mas pela ausência da infraestrutura necessária para transportar e distribuir o recurso para a população em geral.

O Qatar vive um problema ainda pior, uma vez que o país, em função de sua localização e restrita extensão territorial, não apresenta reservas de água em praticamente todo o seu espaço. Por isso, o governo local recorre ao processo de dessalinização da água do Golfo Pérsico.

A seguir, você poderá conferir a lista* dos países que mais consomem água no mundo em valores per capita (litros por pessoa) em comparação com alguns dos que menos consomem ou que apresentam utilização moderada.

Lista de utilização diária média por pessoa dos países:

Estados Unidos – 575 litros por pessoa

Austrália – 495 litros por pessoa

Itália – 385 litros por pessoa

Japão – 375 litros por pessoa

México – 365 litros por pessoa

França – 285 litros por pessoa

Brasil – 185 litros por pessoa

Peru – 175 litros por pessoa

Reino Unido – 150 litros por pessoa

Índia – 135 litros por pessoa

China – 85 litros por pessoa

Nigéria – 35 litros por pessoa

Etiópia – 15 litros por pessoa

Recomendado pela ONU – 110 litros por pessoa

____________________________

* Fonte dos dados: Guia do Estudante (Editora Abril, 2009).


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Consumo de água no mundo"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/consumo-agua-no-mundo.htm>. Acesso em 18 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA