Topo
pesquisar

Ciclone

Geografia

O ciclone é um fenômeno natural responsável por provocar ventos com velocidade superior a 200 km/h.
PUBLICIDADE

Os ciclones são fenômenos naturais que provocam ventos com velocidade superior a 200 quilômetros por hora, além de fortes chuvas, causando grandes transtornos por onde passa. São redemoinhos atmosféricos que giram em torno de um centro de baixa pressão, atingindo as regiões equatoriais e, principalmente, as tropicais.

A formação dos ciclones ocorre sobre as águas quentes dos oceanos. O aquecimento de uma determinada superfície origina um centro de baixa pressão atmosférica, proporcionando condições favoráveis para o desenvolvimento dos ciclones.

Dependendo da localização e de sua intensidade, o ciclone pode receber outras nomenclaturas, como furacão, tufão, tempestade tropical, tempestade ciclônica, depressão tropical ou simplesmente ciclone. Quando esse fenômeno ocorre no oceano Atlântico, por exemplo, ele é chamado de furacão; já no oceano Pacífico, o ciclone recebe o nome de tufão.

A movimentação da massa de nuvens e dos ventos de um ciclone varia conforme o Hemisfério onde o fenômeno se desenvolve: sentido horário no Hemisfério Sul e sentido anti-horário no Hemisfério Norte. Essa característica é determinada pela aceleração da força de Coriolis.

Conforme a velocidade que os ventos atingem, os ciclones se enquadram em diferentes categorias:

Categoria 1 (intensidade mínima): ventos entre 118 Km/h e 152 Km/h.

Categoria 2 (intensidade moderada): ventos entre 153 Km/h e 176 Km/h.

Categoria 3 (intensidade forte): ventos entre 177 Km/h e 208 Km/h.

Categoria 4 (intensidade extrema): ventos entre 209 Km/h e 248 Km/h.

Categoria 5 (intensidade catastrófica): ventos com velocidade superior a 249 Km/h.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCISCO, Wagner de Cerqueria e. "Ciclone "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/geografia/ciclone.htm>. Acesso em 08 de dezembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA