Topo
pesquisar

Miragens no Alasca

Física

Fenômenos geralmente associados a lugares quentes, as miragens também podem ocorrer em lugares frios como o Alasca.
As miragens também podem acontecer em lugares frios como o Alasca, mas seriam fenômenos mais raros
As miragens também podem acontecer em lugares frios como o Alasca, mas seriam fenômenos mais raros
PUBLICIDADE

O termo miragem deriva de se mirer, que em francês significa ver refletido, pelo espelho. As miragens são imagens criadas a partir de desvios gerados na trajetória retilínea da luz. Nos filmes e séries, esse fenômeno geralmente está associado a lugares quentes como desertos, mas é totalmente possível a ocorrência de miragens em locais de extremo frio, como o Alasca.

Em locais onde a temperatura é alta, ocorrem as chamadas miragens inferiores, nas quais as imagens dos objetos são formadas em posições abaixo das posições reais, como é possível observar na seguinte representação:

Nesses lugares, as camadas de ar próximas ao solo apresentam temperaturas mais altas que as camadas de ar imediatamente superiores, por isso, a densidade do ar torna-se menor à medida que se aproxima do chão. Com a diminuição da densidade, ocorre a diminuição do índice de refração do ar, assim, os raios de luz que partem dos objetos sofrem sucessivas refrações, sempre de regiões de menor índice de refração para aquelas de maior índice de refração.

Observe as imagens das montanhas formadas nas posições inferiores
Observe as imagens das montanhas formadas nas posições inferiores Miragem no deserto

Quando os ângulos de incidência da luz tornam-se superiores ao ângulo crítico, ocorre a reflexão total da luz e, então, inicia-se um movimento oposto dos raios, o que possibilita o surgimento de imagens em posições inferiores às posições dos objetos.

Miragens no Alasca

As miragens em locais de extremo frio ocorrem de modo oposto à forma como ocorrem em lugares quentes. Em lugares gelados como o Alasca, as massas de ar mais próximas ao solo apresentam temperaturas mais baixas, portanto, o fenômeno das miragens ocorre de modo contrário: as imagens dos objetos são geradas em posições superiores às posições reais.

Por se formarem imagens acima dos objetos, essas miragens são denominadas de superiores, e sua ocorrência não é tão comum quanto a de miragens inferiores. As miragens superiores inspiraram muitas lendas sobre navios fantasmas, que teriam sido vistos navegando sobre as nuvens.

Um fenômeno óptico que se aproxima das miragens superiores ocorre com o Sol e os demais astros. A luz proveniente desses corpos celestes sofre sucessivas refrações ao passar através das camadas da atmosfera, das menos densas para as mais densas, próximas ao solo.

Por causa dessas refrações, as posições dos astros percebidas por um observador na Terra não correspondem às posições reais, o Sol, por exemplo, sempre será observado em um ponto superior à sua posição real, por isso, mesmo após se pôr, ele ainda pode ser visto.


Por Joab Silas
Graduado em Física

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Miragens no Alasca"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/fisica/miragens-no-alasca.htm>. Acesso em 16 de agosto de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA